Eleições 2020

Apesar de vitória, Cacique Marquinhos pode não assumir prefeitura de Pesqueira

Se chapa for cassada, candidato não poderá assumir o cargo, explica analista político

NE10 Interior NE10 Interior
NE10 Interior
NE10 Interior
Publicado em 16/11/2020 às 11:47
NOTÍCIA
Reprodução/ Facebook
FOTO: Reprodução/ Facebook
Leitura:

Apesar da vitória do candidato a prefeito Cacique Marquinhos, do Republicanos, em Pesqueira, no Agreste pernambucano, a população ainda não sabe ao certo quem deve assumir o cargo em 2021. Recentemente, o cacique teve a candidatura cassada pelo Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco e a vitória está sob judice.

O relator Rodrigo Beltrão votou pelo indeferimento da candidatura e foi acompanhado por mais três votos apoiando a cassação.

Na época, o jurídico da campanha do Cacique informou por meio de nota que a candidatura estava mantida normalmente. Além disso, o jurídico já ingressou com recurso junto ao TSE em Brasília.

De acordo com o analista político Fernando Andrade, os votos são contados, mas o Cacique pode não assumir em caso da cassação da chapa. Nesse caso, quem deve assumir a prefeitura da cidade é a segunda colocada com mais votos válidos, no caso Maria José (Democratas), se a candidatura do Cacique seja realmente cassada.

> Confira os vereadores eleitos de Pesqueira

> Sub judice, Cacique Marquinhos vence eleição em Pesqueira

> TRE indefere candidatura de Cacique à prefeitura de Pesqueira

Porcentagem

Cacique Marquinhos obteve 51,60% dos sufrágios, Maria José somou 45,48%, bem como Antônio Mota, do Psol, apenas 2,92% dos votos.

*Matéria em atualização

Mais Lidas