Eleições 2022

PESQUISA ELEITORAL PERNAMBUCO: Veja quem lidera disputa para presidência no estado

Os dois principais candidatos estão separados por 42 pontos percentuais, diz pesquisa

Antônio Gois
Antônio Gois
Publicado em 05/07/2022 às 7:14
Ricardo Stuckert/Instituto Lula /Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
Lula supera potencial de votos de Bolsonaro, de acordo com pesquisa - FOTO: Ricardo Stuckert/Instituto Lula /Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
Leitura:

Em pesquisa eleitoral realizada em parceria da Folha de Pernambuco com o IPESPE (Instituto de Pesquisas Sociais, Políticas e Econômicas), o pré-candidato Luiz Inácio Lula da Silva (PT) está a frente na disputa para a Presidência da República com 62% dos votos totais.

Em seguida está Jair Bolsonaro (PL), com 20% das intenções de voto. Os dois principais candidatos no estado de Pernambuco estão separados por 42 pontos percentuais.

Em seguida vem Ciro Gomes (PDT), com 5% das intenções de voto no estado.

André Janones (Avante) e Luciano Bivar (UB) alcançam 1% e estão empatados.

Simone Tebet (MDB), Vera Lúcia Pereira da Silva (PSTU), José Maria Eymael (Democracia Cristã) e Felipe D'Ávila (Novo) pontuaram menos de 1%.

INTENÇÕES DE VOTO

  • Lula (PT): 62%
  • Bolsonaro (PL): 20%
  • Ciro Gomes (PDT): 5%
  • André Janones (Avante): 1%
  • Luciano Bivar (UB): 1%
  • NS/NR: 5%
  • B/N: 6%

A pesquisa foi feita entre os dias 28 e 30 de junho de 2022 e foram ouvidos 1.000 entrevistados. Levantamento está registrado no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PE) com a numeração PE-05934/2022 e no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-06505/2022.

A margem de erro é de 3,2 pontos percentuais para mais ou para menos. Os percentuais que não totalizam 100% são decorrentes de arredondamento ou de múltiplas alternativas de resposta.

TOMAS CUESTA/AFP E ISAC NÓBREGA/PR
Lula lidera pesquisa Datafolha. Bolsonaro vem em segundo lugar - FOTO:TOMAS CUESTA/AFP E ISAC NÓBREGA/PR
Reprodução
De Lula (PT) a Jair Bolsonaro (PL), o populismo tem sido uma espécie de estratégia para mobilizar parcela da sociedade formada por quem se sente excluído contra os que detém o poder - FOTO:Reprodução

Mais Lidas