União

Câmaras de Vereadores tentarão "salvar" Hospital Regional de Limoeiro

Alfredo Neto
Alfredo Neto
Publicado em 22/03/2019 às 11:21
NOTÍCIA
Leitura:

Hospital Regional José Fernandes Salsa enfrenta diversos problemas
Foto: divulgação

Com demanda de 20 municípios da Mata Norte e Agreste Setentrional, o Hospital Regional José Fernandes Salsa (HRJFS), no município de Limoeiro, será pauta de reivindicação dos poderes legislativos que integram a área de cobertura da II Gerência Regional de Saúde (GERES). De acordo com o presidente da Câmara de Vereadores de Lagoa do Carro, Sérgio Vasconcelos, as casas legislativas precisam unir força para cobrar melhorias e "socorrer" a unidade hospitalar.

"A vereador Márcia propôs à presidência que articulasse com os presidentes de câmaras das 20 cidades que são atendidas pelo José Fernandes Salsa, e aí vamos entrar em contato, para que possamos fazer uma reunião e marcar uma audiência com o governador, para ver se a gente salva o Fernandes Salsa. É um hospital regional, hospital importante que socorre as vinte cidade, mas que está passando por um momento difícil", disse o vereador em entrevista concedida ao Giro Mata Norte.

Para Vasconcelos, os presidentes das câmaras serão solícitos e entenderão a necessidade da união de forças políticas. O chefe do Legislativo de Lagoa do Carro acredita que o governador não apresentará restrição. "Temos acompanhado o sofrimento da população e estamos vendo que essa situação está protelando demais. Queremos fazer um movimento legislativo nas regiões da Mata Norte e Agreste Setentrional", adiantou.

Para formar a comitiva, o parlamentar pensa em seguir um passo a passo. "Vamos entrar em contato com os presidentes, escolher uma câmara dentre as vinte cidades para fazer uma grande reunião, definir qual será a pauta e tentar marcar uma audiência com o governador Paulo Câmara. Acredito que o governador não deixará de atender vinte presidentes de câmaras", elencou Sérgio. Atualmente, os municípios da região enviam medicamentos, ambulâncias e materiais de consumo hospitalar para o Regional de Limoeiro, tendo em vista a escassez que a unidade vem apresentando.

Problemas

O Hospital Regional José Fernandes Salsa (Limoeiro) recebe o valor de custeio de R$ 220 mil. A competência de setembro foi repassada no mês de dezembro de 2018. Os atrasos são constantes e foram informados ao novo secretário estadual de Saúde, André Longo.

De acordo com o secretário de Saúde de Paudalho e presidente do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde de Pernambuco (COSEMS PE), Orlando Jorge, faltam medicamentos, insumos, material de limpeza, entre outras necessidades básicas.

Jorge também pediu que a II GERES tome providências junto a Secretaria Estadual de Saúde (SES). Atualmente, os municípios da região enviam medicamentos, ambulâncias e materiais de consumo hospitalar para o Regional de Limoeiro, tendo em vista a escassez que a unidade vem apresentando.

Mais Lidas