Crime

Ambulante é presa suspeita de sacar dinheiro com documento falso em Gravatá

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 01/04/2019 às 15:04
NOTÍCIA
Leitura:

Mulher utilizava documentos falsos para sacar valores em agências da Caixa Econômica
Foto: divulgação/Polícia Federal

Uma vendedora ambulante de 53 anos é suspeita de tentar sacar valores na agência da Caixa Econômica Federal de Gravatá, no Agreste de Pernambuco, com o uso de documentos falsos. Apesar de a conta não ter saldo, ela havia realizado a abertura de uma conta poupança em um correspondente bancário e realizado um empréstimo consignado através do Internet Banking no valor de R$ 38.451.

De acordo com a Polícia Federal, a intenção dela era fazer uma guia de retirada no valor de R$ 30.000 e depois um saque de R$ 5.000. Ao ser constatada a falsificação do documento, a mulher foi presa. Em depoimento, a mulher informou que esta é a segunda vez que pratica fraude contra a Caixa Econômica Federal.

A suspeita foi autuada em flagrante por falsificação, uso de documento falso e falsidade ideológica. Caso seja condenada, ela poderá pegar penas que ultrapassam 15 anos de reclusão, além de multa. Ela será apresentada em audiência de custódia.

Mais Lidas