Investigação

Irmão de menino assassinado também é achado morto em Petrolina

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 02/04/2019 às 8:25
NOTÍCIA
Leitura:

Irmãos foram assassinados com agressões e tiros em Petrolina
Foto: reprodução/Instagram

O irmão do menino que havia sido assassinado na última sexta-feira (29) em Petrolina, no Sertão de Pernambuco, também foi achado morto, na tarde dessa segunda-feira (1º).

O corpo do garoto de 10 anos foi encontrado no Núcleo 9 do Projeto Senador Nilo Coelho. Ele teria sido morto com agressões e tiros. O cadáver do irmão dele, de 12 anos, foi achado na sexta-feira próximo ao Pátio de Eventos Ana das Carrancas. O corpo também apresentava marcas de agressões e tiros.

A família dos meninos informou que os dois tinham saído no fim da manhã da sexta-feira e estavam brincando na vizinhança. Eles foram vistos pela última vez por volta das 14h, e depois desapareceram. Após o corpo do primeiro menino ser encontrado, a família ainda tinha esperanças de que a segunda criança fosse achada viva.

"A gente não está entendendo até agora qual foi essa logística desse crime. Eram meninos que viviam no meio da rua como qualquer outro, jogando bola, correndo, brincando", lamentou o primo das vítimas, Vanderson Luiz.

O corpo do menino mais velho foi sepultado no último sábado (30). Já o do mais novo será enterrado às 8h desta terça-feira (2). A Polícia Civil ainda não sabe quem cometeu o crime, nem os motivos. O caso segue sob investigação.

Câmara de Petrolina

A Comissão dos Direitos Humanos e Cidadania da Câmara de Vereadores de Petrolina lamentou o assassinato dos irmãos e cobrou uma resposta rápida sobre o crime. O grupo assumiu a responsabilidade de construir uma agenda para o aprofundamento de políticas públicas de proteção aos direitos da criança e do adolescente com a realização de um fórum permanente.

Além disto, a oposição afirmou que vai cobrar que as ações de proteção sejam adotadas com eficácia no município, com investimentos do poder público. "Os vereadores integrantes da Comissão manifestam a sua solidariedade e apoio à família dos irmãos e aos amigos", diz nota publicada pelo grupo em uma rede social.

Mais Lidas