Polícia Civil

Laudo conclui que viatura do Biesp estava a 96 km/h em acidente que matou jovem

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 04/04/2019 às 10:35
NOTÍCIA
Leitura:

Câmeras mostram momento em que acidente aconteceu
Foto: reprodução de vídeo

O laudo realizado pelo Instituto de Criminalística concluiu que a viatura do 1º Batalhão Integrado Especializado (Biesp) estava a 96 km/h no acidente que deixou um jovem de 19 anos morto na Avenida Agamenon Magalhães, no bairro Maurício de Nassau, em Caruaru, no Agreste de Pernambuco. A colisão transversal aconteceu entre a viatura e uma motocicleta na madrugada de 23 de fevereiro.

O condutor da moto, um jovem de 19 anos, perdeu a perna no momento do acidente e foi levado para o Hospital Regional do Agreste (HRA). Porém, cerca de 10 dias depois, o jovem não resistiu e faleceu.

De acordo com a Polícia Civil, além da alta velocidade na via, o policial que dirigia a viatura ainda avançou o sinal. De acordo com o Código Brasileiro de Trânsito, a velocidade máxima permitida em vias urbanas de trânsito rápido é de 80 km/h.

Motorista indiciado

O laudo contraria as informações divulgadas pela Polícia Militar, de que o motociclista teria avançado o semáforo vermelho. Também não há provas de que a vítima fatal estava embriagada. O motorista da viatura do Biesp deverá ser indiciado por homicídio culposo (quando não há a intenção de matar). O 1º Biesp informou à TV Jornal Interior que não vai se pronunciar sobre o caso.

Mais Lidas