Semana Santa

Paixão de Cristo de Limoeiro abre temporada no Centro Cultural

Alfredo Neto
Alfredo Neto
Publicado em 17/04/2019 às 11:08
NOTÍCIA
Leitura:

Temporada de apresentações acontece de 17 a 20 de abril
Foto: Wilker Mattos/divulgação

Há 16 anos, o município de Limoeiro, no Agreste de Pernambuco, vivencia na Semana Santa o espetáculo que conta a história de vida, morte e ressurreição de Jesus Cristo. Realizada pela Caravana do Palhaço Xililique, a Paixão de Cristo de Limoeiro é a única do Estado encenada dentro de uma caixa cênica italiana, ou seja, em um palco de teatro fechado, e com o texto interpretado ao vivo por todos os integrantes do elenco.

Este ano, a temporada de apresentações acontece de 17 a 20 de abril, sempre às 20h, no Centro Cultural Ministro Marcos Vinícius Vilaça, na Praça da Bandeira. O ingresso custa R$ 10. Durante duas horas e meia de espetáculo, 12 cenas emocionam a plateia. Em sua maioria, elas passam pelo corredor do teatro, envolvendo diretamente o público. Por apresentação, são 300 expectadores. Para o diretor do espetáculo, George Pestana, a Paixão de Cristo de Limoeiro cumpre seu papel religioso, cultural e social.

O ator Luiz Neto interpreta Judas e enfatiza que o modelo adotado pelo grupo este ano, tendo a plateia lado a lado, deixa o espetáculo ainda mais emocionante. A cena do enforcamento de Judas ganhou outras dimensões e ficou ainda mais perto das pessoas. Fernando Mota cumpre o papel de Jesus em mais uma temporada. Ele garante que, apesar de tudo acontecer dentro de teatro fechado, a sintonia entre atores e equipe técnica garantirá uma boa apresentação.

Por mais um ano, a Paixão de Cristo de Limoeiro foi selecionada no edital Pernambuco de Todas as Paixões, incentivo financeiro dado aos espetáculos selecionados através de seleção técnica pelo Governo do Estado, por meio da Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (FUNDARPE). Limoeiro ficou entre os três classificados da primeira categoria, o que representa espetáculos de grande porte. A seleção representa a garantia de repasse da ordem de R$ 40 mil.

Mais Lidas