Evento

FIG começa nesta quinta-feira com espetáculo de Miguel Falabella

Conhecida como Suíça Pernambucana, Garanhuns registra até 15°C nos termômetros

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 18/07/2019 às 10:07
NOTÍCIA
Renata Araujo/TV Jornal Interior
FOTO: Renata Araujo/TV Jornal Interior
Leitura:

A 29ª edição do Festival de Inverno de Garanhuns (FIG), no Agreste de Pernambuco, começa nesta quinta-feira (18), às 19h, com o espetáculo "O Som e a Sílaba", do ator Miguel Falabella, no Teatro Luiz Souto Dourado, localizado no Centro Cultural Alfredo Leite Cavalcanti. Na mesma noite, às 21h, será realizado um tributo aos 90 anos do cantor caruaruense Luiz Vieira, com participações de Altemar Dutra Jr., Claudette Soares, Eliana Pittman e Márcio Gomes, na Catedral de Santo Antônio.

O FIG tem 21 polos de animação e 500 atrações, entre elas grandes nomes da música como Barão Vermelho, Alcione, Zélia Duncan, Céu, Maria Rita, Lenine, etc, entre outros. Os shows no polo principal, a Praça Mestre Dominguinhos, começam na sexta-feira (19). A programação também tem teatro, artesanato, moda, literatura, música, dança, entre outras manifestações artísticas. O evento homenageia o músico Jackson do Pandeiro e segue até o dia 27 de julho.

Na sexta-feira (19) haverá a exibição de curtas e longas no Cine Eldorado. No Parque Euclides Dourado, haverá apresentações do Som na Rural, com o mestre Anderson Miguel e Edmilson do Pífano. No Teatro Luiz Souto, será apresentado o espetáculo O Alienista. O Seminário Arte Contemporânea em Debate recebe Myriam Taubkin (música), Kléber Mendonça (cinema), Angela Monteiro (literatura), Galiana Brasil (Artes Cênicas, Itaú Cultural), Rebeka Monita (Artes Plásticas), entre outros.

Espetáculo
Espetáculo "O Som e a Sílaba" será apresentado na abertura do Festival de Inverno de Garanhuns
Divulgação

"A expectativa é muito positiva, o ambiente está muito animado, alegre. As pessoas da cidade já informam que tem muita gente de fora e a expectativa de ocupação de hotéis é de mais de 90%. O FIG é um dos maiores festivais do Brasil e tem o perfil de trazer coisa nova, renovar, levar cultura de qualidade para a população", destaca o presidente da Fundarpe, Marcelo Canuto.

Conhecida como Suíça Pernambucana, Garanhuns registra em seus termômetros temperaturas mais baixas do que no resto do Estado. Algumas noites de julho já marcaram 15°C. Cerca de 600 mil pessoas devem circular pela cidade durante o evento. Com isto, os setores de serviço e comércio estão esperançosos para alcançar números melhores do que no ano passado.

Praça Mestre Dominguinhos recebe shows a partir desta sexta-feira (19)
Praça Mestre Dominguinhos recebe shows a partir desta sexta-feira (19)
Renata Araujo/TV Jornal Interior

Perfil dos visitantes

De acordo com a Secretaria de Turismo e Lazer/Empetur, o evento atrai milhares de turistas pernambucanos e dos Estados de Alagoas, Sergipe, Rio Grande do Norte e Paraíba. Uma pesquisa divulgada pela Empetur em 2018 revelou que a grande maioria do público que vai ao festival é de pernambucanos: 73,3%. Na sequência, vêm os alagoanos (9,8%), potiguares (3,3%), sergipanos (2,7%) e paraibanos (2,5%).

A faixa etária do público é entre 32 e 35 anos e 52% são mulheres. O FIG é responsável por 68% dos visitantes que passam pela região durante os 10 dias de evento. Os turistas e excursionistas - que fazem bate e volta - optam por viajar com familiares (45,8%) ou amigos (40,4%). Destes, 53,8% hospedam-se na casa dos amigos e familiares.

Mais Lidas