Arte em barro

Exposição em Caruaru lembra vida e obra de Severino Vitalino

Mostra faz parte da 6ª edição do "Viva Vitalino" e ficará em cartaz durante o mês de agosto

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 30/07/2019 às 11:55
NOTÍCIA
Giovani Gomes/Rádio Jornal Caruaru
FOTO: Giovani Gomes/Rádio Jornal Caruaru
Leitura:

Uma exposição em cartaz na Associação dos Artesãos em Barro e Moradores do Alto do Moura (ABMAM) lembra a vida e a obra de Severino Vitalino, filho do mestre Vitalino que faleceu em janeiro deste ano, aos 78 anos.

Com 36 peças produzidas por filhos, netos e bisnetos de Severino, a exposição faz parte da 6ª edição do "Viva Vitalino" e ficará disponível para visitação do público durante todo o mês de agosto.

A entrada é gratuita e o funcionamento é diário (domingo a domingo), das 8h às 12h. As peças em barro relembram os momentos vivenciados pelos familiares com o próprio Severino Vitalino, representando o cotidiano do artesão. Obras do próprio Severino compõem a exposição.

Giovani Gomes/Rádio Jornal Caruaru
Peças retratam a vida e a obra de Severino Vitalino - FOTO:Giovani Gomes/Rádio Jornal Caruaru
Giovani Gomes/Rádio Jornal Caruaru
Peças retratam a vida e a obra de Severino Vitalino - FOTO:Giovani Gomes/Rádio Jornal Caruaru
Giovani Gomes/Rádio Jornal Caruaru
Peças retratam a vida e a obra de Severino Vitalino - FOTO:Giovani Gomes/Rádio Jornal Caruaru
Giovani Gomes/Rádio Jornal Caruaru
Peças retratam a vida e a obra de Severino Vitalino - FOTO:Giovani Gomes/Rádio Jornal Caruaru

O artesão

Severino Pereira dos Santos nasceu em 1940 e ainda criança se mudou com a família para o Alto do Moura, onde morou até falecer. Como o pai, ele aprendeu a modelar o barro desde pequeno e fazia questão de manter o estilo conhecido. Severino Vitalino morreu no dia 7 de janeiro, depois de passar vários dias internado no hospital que leva o nome do pai por causa de um infarto agudo no miocárdio.

Mais Lidas