menu

Ator que faz Papai Noel no Natal de Garanhuns recebe pedidos de smartphone a pirulito

Geraldo Siminiano, 47 anos, participa aos sábados e domingos do desfile do Papai Noel

Papai Noel de Garanhuns já chegou a receber mil pessoas após o desfile
Papai Noel de Garanhuns já chegou a receber mil pessoas após o desfile (Camila Queiroz/Divulgação/Prefeitura de Garanhuns)

O Papai Noel é um personagem forte do período natalino. A história conta que a figura do Bom Velhinho teve origem a partir de um bispo chamado Nicolau, da Turquia, que presenteava os mais pobres. Atualmente, o velhinho bondoso do traje vermelho e da barba branca continua encantando as pessoas de idades variadas em todo o mundo. E é com este sentimento de doar, nem que seja a atenção, que o ator Geraldo Siminiano, 47 anos, participa todos os sábados e domingos do desfile do Papai Noel na Avenida Santo Antônio, em Garanhuns, no Agreste de Pernambuco.

A interpretação do Bom Velhinho por ele começou há 18 anos, na porta de lojas e outros estabelecimentos da cidade. Quando Garanhuns começou a ter programação natalina, Geraldo passou a ser o Papai Noel "oficial" da festa.

O desfile da Magia do Natal começa às 18h aos sábados e domingos e é acompanhado por carros alegóricos com outros personagens do período. "Eu acho que é realmente uma Magia. Eu entrego o meu corpo para uma magia, é maravilhoso. São emoções que só quem está no personagem sente. [Quando estou lá], eu sou o Papai Noel, eu aconselho, como se eu fosse Papai Noel mesmo", revela.

Não tem idade para abraçar Papai Noel, chorar, se emocionar

A preparação antes do desfile é feita com muito repouso e meditação. Ao final, por volta das 19h40, ele começa a receber visitantes na casa do Bom Velhinho em frente à prefeitura. Ele só sai de lá por volta das 22h, quando termina de atender as pessoas que estavam na fila. Em uma noite, ele chegou a receber em torno de mil pessoas. "O desfile atende adultos e crianças, não tem idade para abraçar Papai Noel, chorar, se emocionar", pontua.

Os pedidos de presentes recebidos por ele são os mais variados e vão do mais novo smartphone a um pirulito. "Tem gente que diz que o que der está bom, outras crianças pedem um pirulito. Outras pedem que a mãe volte para o pai", releva.

Solidariedade

Porém, alguns pedidos chegam a deixar o ator sensibilizado. Algumas crianças pedem um emprego para um dos pais ou até alimentos para a família. Geraldo chegou a realizar o pedido de pequenos mais carentes e segundo ele, foram momentos de muita emoção. Quando não é período de fim de ano, o ator trabalha na área de eventos infantis como o palhaço Tio Geraldo, entre outros.

Desfile do Papai Noel é acompanhado por carros alegóricos
Desfile do Papai Noel é acompanhado por carros alegóricos
Camila Queiroz/Divulgação/Prefeitura de Garanhuns