luto

"Cada morte de um filho eu chorava sem saber que meu filho ia passar por isso", diz mãe de Paulo Gustavo

Em entrevista, Déa Lúcia lamentou a morte do filho e disse que está tentando ser forte nesse momento.

Eduarda Cabral
Eduarda Cabral
Publicado em 10/05/2021 às 7:53
NOTÍCIA
Reprodução/Instagram
FOTO: Reprodução/Instagram
Leitura:

Na última terça-feira (4), o ator Paulo Gustavo morreu e deixou esposo, dois filhos e sua mãe. Depois de passar mais de 50 dias internado na luta contra a Covid-19, o artista acabou se tornando mais uma vítima da doença. Durante a semana, amigos e familiares têm se despedido de Paulo. No domingo (9), sua mãe lamentou sua morte em entrevista ao Fantástico.

Em desabafo durante a entrevista, Déa Lúcia se emocionou falando do legado deixado pelo filho e destacou que Paulo Gustavo lutou durante toda a sua vida contra o preconceito e as injustiças da sociedade em que vivia. "Eu tô triste, muito triste. Mas meu filho deixou um exemplo maravilhoso contra o preconceito. Meu filho casou, meu filho formou família, meu filho foi amado", disse.

Déa Lúcia aproveitou o momento para criticar a corrupção e disse que este tipo de prática mata e tem matado muita gente durante a pandemia. "Roubar na pandemia é assassinato! Eu chorei com cada mãe, e choro, e vou continuar chorando, mas essa luta vai ser minha. Eu vou lutar e vou falar o tempo todo", desabafou a mãe do ator. "Na pandemia, cada morte de um filho eu chorava por essa mãe sem saber que meu filho ia passar por isso", lamentou. 

Homenagens

Paulo Gustavo estava internado desde o dia 13 de março no Hospital Copa Star, em Copacabana. O artista tinha apresentado sinais de melhora em um boletim médico divulgado no dia 29 de abril. No entanto, na manhã do dia 2 de maio, o humorista sofreu uma embolia pulmonar e ficou em estado grave. Na noite do dia 4 de maio o ator morreu.

Amigos e fãs fizeram diversas homenagens ao ator, que ficou muito famoso por interpretar Dona Hermínia nos teatros e cinemas. A personagem foi inspirada na mãe dele, Dea Lúcia.

Mais Lidas