Música

Dia nacional do sanfoneiro é celebrado pela primeira vez na história do Brasil

Data é em homenagem ao paraibano Sivuca, responsável por levar o som da sanfona brasileira para o mundo.

NE10 Interior NE10 Interior
NE10 Interior
NE10 Interior
Publicado em 26/05/2021 às 19:44
NOTÍCIA
Divulgação/Robson Lima
FOTO: Divulgação/Robson Lima
Leitura:

Pela primeira vez na história do Brasil, nesta quarta-feira (26), é celebrado o Dia Nacional do Sanfoneiro. A data foi criada por lei em abril deste ano, e marca o nascimento de Severino Dias de Oliveira, paraibano mais conhecido como Sivuca, que foi responsável por levar o som da sanfona brasileira para o mundo.

A filha dele, Flávia Barreto, conta que Sivuca participou como compositor, arranjador ou instrumentista em mais de 200 discos de diferentes gêneros musicais, como bossa nova, forró, maracatu e frevo. O instrumento está presente na moda de viola do sertanejo caipira e nas festas juninas com forró, xote e baião, a sanfona está em todas as regiões do país. No Sul, ela é mais conhecida como gaita. Em outros locais é chamada de acordeon. 

Neste primeiro Dia Nacional do Sanfoneiro, em homenagem a todos os sanfoneiros do país, a viúva e parceira musical de Sivuca, Glória Gadelha se apresenta, com a Orquestra Sinfônica Balaio Nordeste no canal do Youtube do Balaio Nordeste. 

Quem foi Sivuca? 

Severino Dias de Oliveira nasceu em Itabaiana, na Paraíba, e levou a cultura nordestina para o mundo. Flávia Barreto, escreveu um livro biográfico do pai, 'Magnífico Sivuca: Maestro da Sanfona', no qual detalha a infância, a carreira do músico no Brasil e no exterior e as parcerias musicais.

“Sivuca é música, sempre foi música, em casa, fora de casa. Sivuca estava sempre tocando, ouvindo. Ele sempre foi música, desde criança”, disse Flávia em entrevista para a Rádio Nacional de Brasília.

*Com informações da Agência Brasil 

Mais Lidas