Inusitado

Amigos descobrem que são irmãos separados há mais de 30 anos devido a uma pulseirinha de maternidade

Eles eram amigos há sete anos e faziam parte do mesmo círculo social

Bruna Padilha
Bruna Padilha
Publicado em 02/12/2021 às 16:52
Notícia
Ayrton Freire/Inter TV Cabugi
Marco e Marcela após descobrirem que são irmãos - FOTO: Ayrton Freire/Inter TV Cabugi
Leitura:

Parece história de filme, mas é vida real. Dois amigos descobriram que são irmãos que estavam separados há mais de trinta anos em Natal. Eles descobriram em novembro de 2021, por conta da pulseirinha da maternidade de um deles, que possuía o nome da mãe biológica. Marco Medeiros e Marcela Barbosa se conheceram há quase sete anos em uma casa de praia e começaram a fazer parte do mesmo círculo social.

De acordo com informações do G1, para se cadastrar em uma promoção de uma empresa de chocolate, Marcos precisava da hora do seu nascimento e perguntou a sua mãe adotiva que trouxe a pulseirinha do hospital. Na pulseirinha, além do horário de nascimento, havia o nome da mãe biológica, Licélia Carvalho.

Reprodução/Inter TV Cabugi
Pulseirinha da maternidade que ajudou a encontrar a mãe - Reprodução/Inter TV Cabugi

Marco sempre soube que era adotado, mas dessa vez com a informação, ele resolveu procurar o nome na internet e nas redes sociais encontrou um único perfil com o nome e não tinha informações apenas Marcela como amiga em comum.

Ele mandou uma mensagem à amiga perguntando se ela conheceria Licélia e recebeu como resposta “É minha mãe, por quê?”. Marco se assustou e perguntou se a mãe dela teria tido algum outro filho e a resposta foi positiva. Ao explicar a Marcela que a mãe dele também tinha o mesmo nome, foi um choque para ambos "Eu estou aqui me tremendo todinha", disse a amiga.

Licélia, que é mãe biológica de ambos, tinha o sonho de rever o filho. Pois foi abandonada pelo marido quando ficou grávida de Marco e não tinha o apoio dos familiares e sem condições, resolveu dar o filho a uma família que não conseguia conceber.

"Eu pedi a Deus todo dia: não me leve antes de eu ver meus filhos unidos. Para um ajudar o outro, dar um força", disse Licélia.

Adoção

De acordo com a mãe adotiva de Marco, ele foi deixado na porta de sua casa. Ela perdeu dois filhos antes de pensar em adoção, mas quando deixaram o recém-nascido em sua porta, ficou com ele.

A família sempre incentivou que ele procurasse informações sobre a mãe biológica, mas ele tinha receio no começo. Por medo de magoar os pais ou de não gostarem dele ir atrás da outra família.

Arquivo pessoal
Família reunida, Licélia, Marco e Marcela com os dois filhos - Arquivo pessoal

Comentários

Mais Lidas