Internacional

Coreia do Norte proíbe demonstrações de felicidade por 11 dias em homenagem a ex-ditador

Medidas são homenagens aos 10 da morte de Kim Jong-il

Bruna Padilha
Bruna Padilha
Publicado em 19/12/2021 às 15:35
Notícia
Foto: KCNA VIA KNS / AFP
Em seu primeiro discurso de 2019, Kim Jong Un voltou a ameaçar os Estados Unidos após 12 meses de aproximação diplomática - FOTO: Foto: KCNA VIA KNS / AFP
Leitura:

O governo da Coreia do Norte proibiu a demonstração de felicidade por 11 dias. A restrição é uma das homenagens para o ex-ditador, Kim Jong-il, pai do atual ditador Kim Jong-un, que morreu há 10 anos.

..

A medida proíbe explicitamente dar risadas ou o consumo de bebidas alcoólicas no período de luto. Sexta-feira (17) foi o dia exato em que o ex-ditador morreu e a população foi proibida de fazer compras.

Os norte-coreanos recordaram a data na praça de Pyongyang, onde inclinaram a cabeça em silencio diante dos retratos do Kim Il-sung, fundador do país, e do pai do Kim Jung-un.

Kim Jong-il governou o país de 1994 até 2011, quando sofreu um ataque cardíaco, aos 69 anos, e morreu.

Comentários

Mais Lidas