Consultório do radio

Lesões na boca podem evoluir para câncer? Entenda fatores de risco

Machucados na área são comuns e precisam de diversos cuidados devido à área sensível

Samara Pontes
Samara Pontes
Publicado em 13/01/2022 às 15:48
Notícia
Foto: Reprodução
Lesões na boca são comuns e precisam de diversos cuidados devido à área sensível - FOTO: Foto: Reprodução
Leitura:

O cirurgião Bucomaxilo Facial, Alexandre Freitas de Santana, em conversa com a radialista Samara Pontes, no programa Consultório da Rádio Jornal Garanhuns, alertou os ouvintes quanto às lesões bucais. O profissional, que é mestre em Estomatologia e Patologia Bucal, explicou que a observação do próprio paciente é fundamental para o diagnóstico precoce de doenças como o câncer de boca. A entrevista foi ao ar na terça-feira (11).

De acordo com o profissional, lesões na boca não são incomuns, mas dependendo do paciente a atenção deve ser ainda mais especial: "Alguns grupos apresentam fatores de risco para o desenvolvimento do câncer importantes, como o consumo de álcool e cigarro. Além disso, ter uma vida sedentária e até o uso de próteses mal ajustadas na boca, durante muitos anos, acabam agredindo a cavidade bucal podendo, assim, contribuir com o surgimento de lesões pré-cancerígenas", destacou Santana.

Geralmente, o cirurgião dentista é o primeiro profissional a perceber alterações que podem ser precurssoras de um câncer, mas todos podem fazer um "autoexame" em casa e no surgimento de qualquer sinal ou sintoma, procurar um especialista: "Manchas brancas ou vermelhas; feridas que aparecem mas não cicatrizam com o tempo, ou ainda um 'machucado' causado pelo uso errado da prótese e que está ali há muito tempo sem qualquer investigação, devem ser averiguados", pontua o Bucomaxilo facial.

Lesões na boca podem evoluir para câncer?

Comentários


Mais Lidas