Pets

Cidade alemã ordena que gatos sejam mantidos longe das ruas; entenda o caso

Os felinos da cidade apresentam uma grande ameaça para uma espécie de pássaros

Lívia Almeida
Lívia Almeida
Publicado em 23/05/2022 às 18:42 | Atualizado em 23/05/2022 às 18:42
Reprodução
Saiba mais sobre o caso - FOTO: Reprodução
Leitura:

Os moradores da cidade de Walldorf, na Alemanha, receberam uma ordem um pouco fora que estão acostumados na última semana: os donos de gatos devem manter os felinos apenas em casa, sem acesso às ruas, até o final de agosto.

Isso porque, de acordo com as autoridades, é necessário proteger a época de acasalamento da espécie de pássaros Cotovia-de-poupa. Os pássaros da espécie costumam criar seus ninhos no chão, o que os transformam em presas fáceis para os felinos.

Nas últimas décadas, a população de Cotovia-de-poupa diminuiu consideravelmente na Europa Ocidental. Por esse motivo, a preocupação do governo resultou na proibição.

De acordo com as autoridades da cidade, "a sobrevivência da espécie depende de cada filhote", e é necessário que eles fiquem longe dos predadores.

Mário Gomes/Flickr
Pássaro da espécie Cotovia-de-poupa - Mário Gomes/Flickr

O decreto se aplica apenas aos gatos da parte sul da cidade, mas gerou controvérsia até mesmo fora da Alemanha. Até o momento, é esperado que o decreto seja repetido durante a mesma época do ano nos próximos três anos, para que os pássaros da espécie consigam se reproduzir se forma eficiente.

O que acontece caso o gato saia de casa?

Caso o gato seja encontrado passeando nas ruas, a multa para os tutores pode ser de até 500 euros. Já nos casos onde o felino seja encontrado matando ou ferindo uma Cotovia-de-poupa, a multa pode chegar até 50 mil euros.

Konrad Wothe/Minden Pictures/National Geographic Creative
- Konrad Wothe/Minden Pictures/National Geographic Creative

Resposta da população

Muitos donos de gatos da região ficaram frustrados com o decreto. Em entrevista à Euronews Green, um representante da Deutscher Tierschutzbund, maior organização de proteção animal da Alemanha, afirmou: "prevenir subitamente gatos que estão habituados a estar no exterior de o fazer significa imensas restrições e stress para os animais (...) A influência negativa dos gatos na população de aves é, em todo o caso, controversa.”

Já o jornal regional Rhein-Neckar-Zeitung divulgou que na quarta-feira, dia 25, o chefe da associação local de proteção animal planeja tomar medidas legais contra o decreto. "Posso garantir que faremos o possível para impedir essa medida desproporcional", ele afirmou.

De qualquer forma, a melhor alternativa para os bichanos é que eles sejam criados em casa, sem acesso às ruas. Clique aqui para entender porque os veterinários indicam esse tipo de criação para os gatos.

Reprodução
Saiba mais sobre o caso - FOTO:Reprodução
Mário Gomes/Flickr
Pássaro da espécie Cotovia-de-poupa - FOTO:Mário Gomes/Flickr
Konrad Wothe/Minden Pictures/National Geographic Creative
- FOTO:Konrad Wothe/Minden Pictures/National Geographic Creative
Marc Moritsch/Nat Geo Image Collection
Confira mais informações - FOTO:Marc Moritsch/Nat Geo Image Collection

Mais Lidas