Copa do Brasil

Santa Cruz e Náutico fazem clássico mais valioso dos últimos tempos

Giliard
Giliard
Publicado em 20/02/2019 às 8:19
NOTÍCIA
Leitura:

No primeiros encontro entre os rivais, em 2019, o placar acabou empatado: 2x2.
Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem

A mais recente geração de tricolores e alvirrubros ainda não assistiu a um Clássico das Emoções tão importante quanto o desta quarta-feira, às 21h30, no Arruda, pela 2ª fase da Copa do Brasil. Santa Cruz e Náutico (que vão disputar outra vez a Série C) entram em campo em busca de muito mais que o avanço no torneio nacional. Os rivais almejam a classificação para obter um maior fôlego financeiro com as cotas milionárias da competição. O triunfo vale a premiação de R$ 1,4 milhão ambos já ganharam R$ 525 mil e R$ 625 mil pelas participações nas duas primeiras etapas.

Os últimos embates de tamanha importância entre o Timbu e a Cobra Coral aconteceram no quadrangular final da Segunda Divisão de 2005. Na ocasião, Santa Cruz e Náutico disputaram com Grêmio e Portuguesa o acesso para a Série A os tricolores, gaúcho e pernambucano, subiram para elite.

O clássico do milhão pela Copa do Brasil é tratado como prioridade no Santa Cruz. Discurso definido não só pela cúpula coral, como também o técnico Leston Júnior. Três pontos em futebol nunca consegui alguém que respondesse quanto vale. Amanhã (hoje) é muito mais que R$ 1,4 milhão. Vale potencializar a marca do clube, credibilidade do trabalho e a felicidade do torcedor que é algo impagável, afirmou o técnico coral Leston Júnior.

O Náutico tem na campanha do ano passado da Copa do Brasil o exemplo a se seguir nesta temporada. Ao chegar até a quarta fase da competição, o Timbu garantiu R$ 4 milhões. A Série C praticamente não existe nenhuma receita. Então essas fases na Copa do Brasil nos deram uma tranquilidade maior no ano passado, paramos de jogar em agosto e conseguimos manter os pagamentos em dia até dezembro. O nosso pensamento é tentar repetir isso, comentou o presidente alvirrubro, Edno Melo.

EQUIPES

Em relação ao time alvirrubro, o centroavante Wallace Pernambucano se recuperou das dores no joelho e está a disposição do técnico Márcio Goiano. O volante Josa também está liberado. No Santa, o artilheiro da temporada Elias (quatro gols), cumpre suspensão pelo cartão vermelho que sofreu contra o Sinop. Quem também não deve jogar é Ricardo Ernesto, com dores na coxa direita. Por outro lado, Pipico retorna depois de cumprir suspensão.

FICHA DO JOGO - SANTA CRUZ X NÁUTICO

Santa Cruz - Anderson; Marcos Martins, Vitão, Danny Morais e Bruno Ré; Charles, Lorenzi e Allan Dias; Jô, Guilherme Queiroz (Augusto) e Pipico: Técnico: Leston Júnior. Esquema: 4-3-3.

Náutico - Bruno; André Krobel, Rafael Ribeiro, Diego Silva e Gabriel Araújo (Assis); Josa (Lucas Paraíba), Jiménez e Luiz Henrique; Jorge Henrique, Robinho e Wallace Pernambucano. Técnico: Márcio Goiano. Esquema: 4-3-3.

Local: Arruda. Horário: 21h30. Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza (SP). Assistentes: Alex Ribeiro e Vitor Carmona (ambos de SP). Ingressos: R$ 20 a R$ 60 (mandante) e R$ 25 a R$ 50 (visitante).

Via JC Online

Mais Lidas