menu

Punição da CBF impossibilita o Náutico de registrar novos jogadores

Os atrasos de pagamentos de ações do clube são as razões dessa punição

O Náutico volta a campo pela primeira vez depois de conquistar o título
Os atrasos de pagamentos de ações do clube são as razões dessa punição (Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem)

Após a felicidade pela classificação para Série B, o Timbu tem um motivo para se desanimar. Uma punição da CBF realizada em agosto, vai impossibilitar o Náutico de registrar novos jogadores por seis meses. A ação acontece devido aos atrasos de pagamentos do clube. 

Além disso, o time não repassou os valores do mecanismo de solidariedade da Fifa, que dá a porcentagem de contratações ao clube formador. A maior ação que foi movida contra o Náutico é a de Milton Cruz, técnico que teve passagem pelo Náutico em 2017. Entretanto, essa dívida foi quitada pela atual gestão. Mesmo com esse pagamento, o timbu ainda tem R$ 300 mil a serem pagos.

A única solução possível para o time ser liberado a contratar novos jogadores, antes do tempo determinado pela punição é  efetuar o pagamento, porém o clube não possui essa quantia atualmente.