Luto

Pelé lamenta morte de Maradona: "Espero que possamos jogar bola juntos no céu"

Ex-jogador morreu nesta quarta aos 60 anos

Ana Maria Santiago de Miranda
Ana Maria Santiago de Miranda
Publicado em 25/11/2020 às 14:36
NOTÍCIA
Reprodução/Instagram
FOTO: Reprodução/Instagram
Leitura:

Após o anúncio da morte do ex-jogador argentino Diego Maradona, aos 60 anos, nesta quarta-feira (25), o ex-jogador Pelé foi às redes sociais para lamentar o falecimento de um dos maiores ídolos do futebol mundial.

"Que notícia triste. Eu perdi um grande amigo e o mundo perdeu uma lenda. Ainda há muito a ser dito, mas por agora, que Deus dê força para os familiares", escreveu Pelé, em uma postagem no Twitter.

Maradona morreu na manhã desta quarta na casa em que morava em Tigre, cidade vizinha de Buenos Aires. Ele sofreu uma parada cardiorrespiratória e não resistiu.

Pelé e Maradona se conheceram pessoalmente há mais de 40 anos, no Rio de Janeiro. "Um dia, eu espero que possamos jogar bola juntos no céu", disse Pelé.

 

Problemas de saúde

No início deste mês, Maradona passou por uma cirurgia na cabeça por causa de uma hemorragia. Ele estava com anemia e desidratado e passou alguns dias em um hospital de La Plata.

Na ocasião, o médico do ex-jogador, Leopoldo Luque, revelou que Maradona "não estava bem psicologicamente" e que isso impactou a saúde física dele.

Maradona atuava como técnico do Gimnasia y Esgrima, de La Plata. Em 1986, ele conquistou a Copa do Mundo com a Argentina, e é considerado um dos maiores jogadores de futebol da história.

A última aparição pública dele foi no aniversário de 60 anos, no dia 30 de outubro, antes da partida do Gimnasia contra o Patronato pelo Campeonato Argentino.

Mais Lidas