Esportes

De contrato renovado, Pia convoca seleção para torneio nos EUA

A novidade é a baiana Ivana Fuso, de 19 anos, que cresceu na Alemanha

Agência Brasil
Agência Brasil
Publicado em 29/01/2021 às 9:51
NOTÍCIA
Lucas Figueiredo/CBF
FOTO: Lucas Figueiredo/CBF
Leitura:

A técnica Pia Sundhage anunciou nessa quinta-feira (28) a convocação da seleção feminina para o She Believes, torneio amistoso que será disputado entre 15 e 24 de fevereiro em Orlando (Estados Unidos). Além das anfitriãs, atuais bicampeãs mundiais, as brasileiras terão pela frente o Canadá e a Argentina. A competição é preparatória para a Olimpíada de Tóquio (Japão).

Entre as 25 atletas chamadas pela sueca, a novidade é jogadora Ivana Fuso, do Manchester United (Inglaterra). Nascida em Salvador e criada na Alemanha, a meia de 19 anos defendeu a seleção europeia na base e vestirá a camisa brasileira pela primeira vez.

"Conheci a Ivana quando era treinadora da seleção sub-17 da Suécia e a vi jogando como capitã. Ela é forte, lê o jogo muito bem, tem muita disciplina e brasilidade. Talvez não para agora, mas, para o futuro, ela será muito importante. Como ficarei aqui por mais alguns anos, estou muito interessada em atletas como Ivana e Giovana [atacante de 18 anos que estreou pelo Brasil em 2020 e também tem nacionalidade espanhola e norte-americana]. E também penso que elas ficarão inspiradas de estarem ao lado de Marta e Formiga", explicou Pia, em entrevista coletiva transmitida pela CBF TV.

De fato, a treinadora permanecerá no Brasil, pelo menos, até 2024. Também nessa quinta (28), o presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Rogério Caboclo, anunciou a renovação do contrato da sueca até a Olimpíada de Paris (França). Além dos Jogos de Tóquio, Pia também comandará a seleção feminina na Copa do Mundo de 2023, na Austrália e na Nova Zelândia.

"Estamos muito satisfeitos com o trabalho que tem sido desenvolvido pela Pia e a comissão técnica. Os números falam por si. São 72% de aproveitamento. Temos desenvolvido o futebol feminino como um todo. As competições têm crescido e as comissões têm tido a oportunidade de conhecer novas atletas e desenvolver talentos", disse Caboclo.

"Estou emocionada. Meu coração bate forte porque é algo muito importante. Apaixonei-me por este país, por sua gente super simpática, pelo futebol e fico muito feliz", celebrou Pia.

Foco nas norte-americanas

A estreia brasileira no She Believes será em 18 de fevereiro contra a Argentina, às 18h (horário de Brasília). No dia 21, às 17h, a adversária será a seleção dos Estados Unidos. A campanha no torneio chega ao fim no dia 24, às 18h, diante do Canadá. As partidas serão realizadas no Explora Stadium, em Orlando. Inicialmente, o Japão seria um dos participantes, mas devido à segunda onda da pandemia do novo coronavírus (covid-19) no país, as asiáticas desistiram de participar da competição - as argentinas foram convidadas no lugar.

A expectativa maior é pelo duelo com as norte-americanas, que chegaram ao quarto título mundial (o segundo consecutivo) em 2019, na França. A seleção da meio-campista Megan Rapinoe não perde um jogo há dois anos e ostenta uma invencibilidade de 33 partidas, com 30 vitórias (sete delas na última Copa) e três empates.

"Serão três jogos bem diferentes, que nos ensinarão muito. Enfrentaremos as campeãs do mundo, então podemos ver o quão boas estamos. Teremos respostas, saberemos no que trabalhar. É sempre empolgante enfrentar os melhores e elas são as melhores. Temos feito nossa lição de casa, assistido aos adversários. Ainda teremos alguns meses [até a Olimpíada de Tóquio] e tenho muita fé neste time. Temos jogadoras experientes e outras mais jovens, que trazem um frescor", comentou Pia.

Convocadas

Goleiras: Bárbara (Avaí/Kindermann), Aline Reis (Tenerife, da Espanha) e Lelê (Benfica, de Portugal)

Defensoras: Fabi Simões (Internacional), Bruna Benites (Internacional), Tamires (Corinthians), Camilinha (Palmeiras), Tainara (Palmeiras), Rafaelle (Changchun Dazhong, da China), Jucinara (Levante, da Espanha) e Antonia (Madrid CFF, da Espanha)

Meio-campistas: Formiga (Paris Saint-Germain, da França), Luana (Paris Saint-Germain), Andressinha (Corinthians), Adriana (Corinthians), Júlia Bianchi (Palmeiras), Chú (Palmeiras), Andressa Alves (Roma, da Itália), Marta (Orlando Pride, dos Estados Unidos) e Ivana Fuso (Manchester United, da Inglaterra)

Atacantes: Ludmila (Atlético de Madri, da Espanha), Debinha (North Carolina Courage, dos Estados Unidos), Bia Zaneratto (Wuhan Xinjiyuan, da China), Cristiane (Santos) e Giovana (Barcelona, da Espanha).

Mais Lidas