menu

Pernambucana Carol Santiago faz história nas Paralimpíadas de Tóquio e garante quarta medalha na natação

A atleta conquistou prata na prova do revezamento 4x100m livre misto para deficientes visuais. Ela já havia ganhado dois ouros e um bronze.


Brasil ganhou prata no revezamento 4x100m livre misto para deficientes visuais nas Paralimpíadas
Brasil ganhou prata no revezamento 4x100m livre misto para deficientes visuais nas Paralimpíadas (Miriam Jeske/CPB)

Uma das grandes apostas para as Paralimpíadas de Tóquio, a pernambucana Carol Santiago conquistou mais uma medalha na competição. A atleta, nascida no Recife e que viveu em Caruaru, no Agreste, conquistou medalha de prata no revezamento 4x100m livre misto para deficientes visuais. 

Recordista em natação, Carol Santiago é uma das grandes apostas para os Jogos Paralímpicos de Tóquio

O Brasil é o atual vice-campeão mundial da prova e repetiu o desempenho, finalizando a prova com 3m54s95 e ficando atrás apenas dos russos. O bronze foi garantido pela Ucrânia. 

Carol fechou o revezamento para o Brasil em um duelo contra dois homens. Ela conseguiu virar os 50m na primeira posição, mas foi ultrapassada pelo russo Vladimir Sotnikov.

Fazendo história

Esta foi a quarta medalha de Carol Santiago nas Paralimpíadas de Tóquio. Na manhã desta segunda-feira (31) a atleta já havia garantido sua segunda medalha de ouro da competição na prova dos 100m livre S12, classe para pessoas com baixa visão, e se tornou a primeira brasileira a ganhar duas medalhas de ouro em uma única edição dos Jogos Paralímpicos na natação.

No domingo (28), a pernambucana também foi ouro na prova dos 50m livre S13 e bronze na disputa dos 100m costas da classe S12 na sexta-feira (27).

;