Corinthians

Corinthians pode despencar na tabela do Brasileirão por causa da torcida; saiba os motivos

Os ocorridos foram na partida contra o São Paulo, pela Série A 2022, na Neo Química Arena.

Caio Ferreira
Caio Ferreira
Publicado em 16/06/2022 às 20:58
BRUNO TEIXERA/CORINTHIANS
Torcida do Corinthians - FOTO: BRUNO TEIXERA/CORINTHIANS
Leitura:

No dia 22 de maio, em jogo válido pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro da Série A, o Corinthians recebeu o São Paulo na Neo Química Arena e a partida terminou empatada em 1x1.

Durante a partida, parte da torcida do Corinthians começou a proferir gritos homofóbicos em direção aos torcedores do São Paulo. O árbitro da partida, o goiano Wilton Pereira Sampaio, registrou o ocorrido em súmula: 

"Durante o intervalo fomos informados pelos membros da comissão técnica do São Paulo Futebol Clube que estariam sendo entoados cânticos homofóbicos por parte da torcida do Sport Club Corinthians Paulista contra a equipe visitante. Desta forma, solicitamos ao delegado da partida, Victor André Rodriguez Ballesteros, que fosse solicitado através do sistema de som do estádio que os referidos cânticos fossem cessados. Informamos que o procedimento foi realizado conforme solicitado", descreveu Wilton Sampaio.

arbitro-wilton-pereira-sampaio -

A denúncia enquadrou o Corinthians em dois artigos do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD) art. 213 (incisos I e III) e 243-G. Confira os textos:

Art. 213. Deixar de tomar providências capazes de prevenir e reprimir:

I — desordens em sua praça de desporto;
III — lançamento de objetos no campo ou local da disputa do evento desportivo.

Art. 243-G. Praticar ato discriminatório, desdenhoso ou ultrajante, relacionado a preconceito em razão de origem étnica, raça, sexo, cor, idade, condição de pessoa idosa ou portadora de deficiência: (Incluído pela Resolução CNE nº 29 de 2009).

AS POSSÍVEIS PENAS PARA O CORINTHIANS

Se condenado, o Corinthians pode sofrer diferentes punições, ainda mais por ter sido enquadrado em dois artigos diferentes.

Pelo artigo 213, as punições podem ser as seguintes:

PENA: multa, de R$ 100,00 (cem reais) a R$ 100.000,00 (cem mil reais). (NR).

  • § 1º Quando a desordem, invasão ou lançamento de objeto for de elevada gravidade ou causar prejuízo ao andamento do evento desportivo, a entidade de prática poderá ser punida com a perda do mando de campo de uma a dez partidas, provas ou equivalentes, quando participante da competição oficial. (NR).

Rodrigo Coca / Agência Corinthians
Corinthians x São Paulo foi válido pela 7ª rodada do Brasileirão 2022 - Rodrigo Coca / Agência Corinthians

Já pelo artigo 243-G, as coisas ficam mais sérias, por envolver perda de pontos. Confira:

  • § 1º Caso a infração prevista neste artigo seja praticada simultaneamente por considerável número de pessoas vinculadas a uma mesma entidade de prática desportiva, esta também será punida com a perda do número de pontos atribuídos a uma vitória no regulamento da competição, independentemente do resultado da partida, prova ou equivalente, e, na reincidência, com a perda do dobro do número de pontos atribuídos a uma vitória no regulamento da competição, independentemente do resultado da partida, prova ou equivalente; caso não haja atribuição de pontos pelo regulamento da competição, a entidade de prática desportiva será excluída da competição, torneio ou equivalente. (Incluído pela Resolução CNE nº 29 de 2009).

Com isso, o Corinthians perderia o ponto conquistado na partida (terminou 1x1) e ainda perderia mais dois pontos, totalizando três, o equivalente a uma vitória. 

PONTO A FAVOR DO TIMÃO

Também em súmula, o árbitro Wilton Pereira Sampaio registrou que foi solicitado ao sistema de som do estádio que pedisse o cessamento dos gritos homofóbicos, o que foi atendido logo em seguida.

Como não foram registrados mais gritos do tipo após o aviso, isso pode pesar a favor do Corinthians no julgamento.

Rodrigo Coca / Agência Corinthians
Corinthians x São Paulo foi válido pela 7ª rodada do Brasileirão 2022 - FOTO:Rodrigo Coca / Agência Corinthians

Mais Lidas