VIOLÊNCIA

Tentativa de assalto e três mortes no Sertão

Do Jornal do Commercio
Do Jornal do Commercio
Publicado em 13/06/2010 às 7:14
NOTÍCIA
Leitura:

Uma tentativa de assalto acabou com três assassinatos na manhã dessa sexta-feira (10), em Ibimirim, Sertão. Os ladrões Júlio Amadeu da Silva, 27 anos, e José Mendes Silva, 23, abordaram uma caminhonete que fazia o transporte de passageiros do Centro de Ibimirim para o distrito de Moxotó. Eles renderam o motorista Antônio Edvaldo Oliveira, 46, que teria tentado reagir. Júlio matou o condutor com um disparo na barriga. Ao presenciar a execução, os passageiros da lotação atacaram os bandidos e conseguiram desarmá-los. Júlio levou três tiros da própria arma e José Mendes foi morto a pedradas. Os cadáveres dos criminosos ficaram irreconhecíveis com a violência dos ataques.

De acordo com o agente Felipe Silva, de plantão na manhã de ontem na Delegacia de Ibimirim, os dois assaltantes vinham praticando crimes nos últimos meses nas estradas vicinais do município. O procedimento seria sempre: roubar motoristas e passageiros dos coletivos. Eles seriam remanescentes de uma quadrilha desarticulada no ano passado na cidade. A tragédia da última sexta-feira, ocorreu em uma via não asfaltada, distante 46 quilômetros do Centro de Ibimirim.

“As testemunhas relataram que o motorista estava desarmado. Os bandidos mataram o condutor, mas acabaram sendo dominados e linchados. Ainda estamos trabalhando para identificar os responsáveis pelo assassinato dos dois suspeitos”, explicou o agente.

Os exames tanatoscópicos nos três mortos foram realizados na Casa de Saúde de Ibimirim. A investigação do caso ficará a cargo da equipe de enfrentamento aos crimes violentos letais intencionais da região.

O levantamento no local do crime não localizou a arma utilizada pelos assaltantes na abordagem e posteriormente usada contra eles. Pelos ferimentos encontrados nos corpos do motorista e dos dois ladrões, a polícia acredita que se trata de um revólver 38.

Outro homicídio foi registrado anteontem, no Sertão do Estado. O comerciante Valter Ribeiro Maniçoba, 31 anos, foi assassinado com tiros de pistola, no bar de sua propriedade, no Centro de Floresta. Um desconhecido teria chegado e pedido uma cerveja. Minutos depois, o homem deu início a uma discussão com Valter e acabou atirando nele e fugindo. O comerciante era sobrinho da prefeita Rorró Maniçoba (PSB).

Mais Lidas