DENÚNCIA

Conselho Tutelar impede enterro de garoto em Salgueiro

Do Jornal do Commercio
Do Jornal do Commercio
Publicado em 16/06/2010 às 13:48
NOTÍCIA
Leitura:

Conselheiros tutelares de Salgueiro, no Sertão do Estado, receberam uma denúncia na tarde de anteontem e impediram o sepultamento de um menino de 10 anos. Segundo familiares do garoto, ele teria morrido em consequência de uma picada de aranha. Já o informe recebido pelo Conselho Tutelar do município dava conta de que a criança faleceu em decorrência de maus-tratos.

Como o corpo apresentava inchaço na cabeça, os conselheiros registraram a ocorrência na delegacia e o cadáver foi enviado para exames no Instituto de Medicina Legal, de Petrolina. Como os conselheiros tutelares atuam em conjunto preferiram não se pronunciar individualmente. O grupo detalhou que, aparentemente, a criança tinha marcas de origem não esclarecidas.

Segundo a delegada Antônia Erandi, a criança era deficiente física e mental e já tinha vivido um histórico de maus-tratos. A Justiça já havia determinado que ela saísse da casa da mãe e fosse morar com o pai. Outro ponto que chamou a atenção da polícia foi a pressa da família em realizar o sepultamento.

“Os conselheiros receberam a denúncia e quando os agentes estiveram no local do velório para conferir, perceberam hematomas no rosto da criança. Para que não restasse qualquer interrogação, resolvemos encaminhar o corpo para necropsia em Petrolina”, disse a delegada.

Antes do encaminhamento, o cadáver do menino chegou a ser levado para o hospital municipal de Salgueiro, mas os médicos de plantão atestaram como indeterminada a causa da morte.

No Instituto de Medicina Legal de Petrolina o resultado preliminar da necropsia foi divulgado ontem pela manhã. O laudo diz que a criança faleceu em consequência de insuficiência respiratória causada por pneumonia.
 
LAUDO OFICIAL
A delegada Antônia Erandi vai aguardar a chegada do laudo oficial do IML de Petrolina para se pronunciar sobre o caso. Só com o resultado em mãos será possível dizer se os pais da criança irão responder por algum crime.

Com a conclusão do exame tanatoscópico, o corpo do garoto foi liberado e o sepultamento estava marcado para o fim da tarde de ontem, em Salgueiro.

Mais Lidas