ESTRADAS

Serra do Criminoso reserva perigo aos motoristas do interior

Do JC Online
Do JC Online
Publicado em 17/06/2010 às 20:01
NOTÍCIA
Leitura:

O trecho do quilômetro 119,5, na BR 104, entre Quipapá e Panelas, Agreste de Pernambuco, conhecido como a Serra do Criminoso, tem preocupado os motoristas que trafegam pelo local.

“O local é muito perigoso, mas só dá para perceber isso quando a gente está em cima dela”, disse Pedro Paulo, que estava passando pela rodovia com destino a Maceió-AL.

O motorista de ambulância Ivanildo Ananias passa quase todos os dias pelo trecho, e garante que o problema maior é à noite.

“com a escuridão, a impressão que a gente tem é que a curva é uma reta”, disse ele.

O Policial Rodoviário Federal, Cícero Roberto, explica que o perigo acontece, principalmente, porque além da curva, o trecho é um declive.

“A sinalização existe e é recente, mas os motoristas não percebem o perigo e, além disso, cometem imprudências, trafegando em alta velocidade”, disse o policial.

A rodovia passou por um recapeamento há aproximadamente um mês, mas já é possível encontrar no local, riscos no asfalto e as muretas de proteção estão danificadas em quase toda a extensão da curva. O indício do perigo é reforçado pelas diversas peças de veículos que ficaram lá devido aos acidentes.

Na cruz que fica bem na curva está a foto de Cosme Ferreira Martins, 33, caminhoneiro que morreu em um acidente no local, em fevereiro passado. Foi uma das três ocorrências registradas lá até maio desse ano. Nelas duas pessoas morreram e três ficaram feridas.

Mais Lidas