CHUVAS

Alimentos e mantimentos com preços abusivos em Barreiros e Palmares. Botijão de água chega a R$ 20

Do JC Online
Do JC Online
Publicado em 21/06/2010 às 17:43
NOTÍCIA
Leitura:

Em meio ao caos em que se encontram alguns municípios do interior do Estado por conta das chuvas que caíram nos últimos dias na região, os moradores de cidades como Palmares e Barreiros, na Zona da Mata de Pernambuco, enfrentam agora um outro desafio. Alguns comerciantes estão vendendo alimentos com valores abusivos.

“Tem lugar na cidade, onde o botijão de água mineral custava R$ 3,50 e a caixa de ovos, R$ 3,80. Agora estão sendo comercializados entre R$ 8 e R $10. É um absurdo. Uma falta de sensibilidade. Tanta gente com fome, desabrigada. Muitos sem nada, inclusive sem dinheiro, como vai pagar por isso?”, desabafou a professora Iraneide Domingos, que mora em Palmares.

Ela não teve sua casa destruída, já que mora na parte alta do município, mas está tendo dificuldades na hora de comprar alimentos para sua família e para algumas pessoas que estão em sua casa.

“Alguns amigos e familiares estão em minha casa, pois muitos ficaram desabrigados. E como o comércio de Palmares ficou debaixo d\'água, temos que recorrer aos pequenos mercadinhos e padarias dos bairros altos da cidade”, acrescentou ela.

Ainda em Palmares, algumas padarias de bairro aplicaram um novo método de vendas. Dessa vez, para beneficiar a todos.

“Cada família só pode comprar R$ 1 de pão, o que equivale a oito unidades. Foi uma forma que eles arrumaram para atender todos os moradores, pois as padarias estão sem estoque para a produção dos pães”, concluiu a professora.

No município de Barreiros, o ato é ainda mais abusivo. Na cidade, há informações de que alguns comerciantes estão vendendo botijões de água por até R$ 20.

Mais Lidas