FALHA

Show da banda Calcinha Preta gera polêmica em Caruaru

Do JC Online
Do JC Online
Publicado em 29/06/2010 às 12:31
NOTÍCIA
Leitura:

A véspera de São Pedro, em Caruaru, Agreste do Estado, reservou muitas surpresas para quem foi ao Parque de Eventos Luiz Gonzaga, principal polo de animação dos festejos juninos da cidade, nessa segunda à noite.

É que muita gente, inclusive o prefeito de Caruaru, José Queiroz, e a família dele, não esperavam ver coreagrafias sensuais e cenas de insinuações de sexo explícito, apresentados pelos bailarinos da banda Calcinha Preta, durante o show na Capital do Forró.

Em entrevista à Rádio Jornal do Commercio, José Queiroz, que estava assistindo aos shows no Camarote Oficial da Prefeitura, desabafou durante a apresentação.

“Estou aqui com minhas netas e não imaginava que era esse show que o Comitê Gestor do São João 2010 tinha reservado para o povo de Caruaru. Aqui, essa banda não toca mais”, lamentou.

E a insatisfação com as coreagrafias exageradas da banda deixou muita gente com o pé atrás.

“Acho que Caruaru não precisa disso. E, além do mais, quando a gente vem pra Caruaru é pra dançar forró e aproveitar o que tem de bom nessa cidade e não ficar olhando gente dançando quase pelada no palco”, disse a estudante de Direito Adriana Soares.

Na manhã desta terça-feira (29), a repercussão sobre o assunto ganhou a cidade e os principais meios de comunicação da região.

Na Rádio Jornal do Commercio de Caruaru, o radialista Dilson Oliveira entrou em contato com a banda e ouviu as explicações e desculpas da vocalista Ana Gouveia.

“Quero pedir desculpas a Caruaru. Mas, ao mesmo tempo, quero deixar claro que a produção da banda Calcinha Preta não foi informada sobre qualquer tipo de restrição quanto às nossas músicas ou até mesmo coreografias”, explicou.

Após a participação da cantora no programa de rádio, o prefeito de Caruaru ligou para a emissora  e reconsiderou.

“Agora que ouvi a cantora, lamento pelo Comitê Gestor do São João de Caruaru não ter informado à banda sobre as restrições e formatos da nossa festa, onde fica proibida a utilização de roupas sensuais e coreografias pornográficas. O grupo será sempre bem vindo a Caruaru, mas, para tocar em 2011, deverá cumprir as regras”, concluiu José Queiroz.

Em nota Oficial, a Assessoria de Imprensa da Fundação de Cultura e Turismo de Caruaru informou que o prefeito irá se reunir, ainda sem data definida, com o Comitê Gestor do São João para avaliar o que ocorreu.

Mais Lidas