DENÚNCIA

Obra inacabada da Compesa causa transtornos a moradores de Caruaru

Izabela Barbosa
Izabela Barbosa
Publicado em 10/07/2010 às 15:01
NOTÍCIA
Leitura:

ATUALIZADA ÀS 12H20, 12.07.2010

Há três meses, um buraco, que parece mais uma cratera, está aberto no cruzamento da rua Marcílio Dias com a Severino Viera de Melo, no Bairro São Francisco, em Caruaru, Agreste do Estado. A obra inacabada da Compesa mudou a rotina de muitos moradores e comerciantes do local.

Com as ruas interditadas fica difícil até para pedestres transitarem pelas vias. Mesmo assim, as motos desrespeitam as normas de trânsito e circulam pelas calçadas colocando em risco a vida de crianças e idosos.

\"Estamos com medo de algum acidente acontecer próximo ao buraco. Já presenciei várias motos dividindo espaço com pedestres. Isso é um absurdo\", reclama o borracheiro José Russiano, que sentiu uma queda no movimento da borracharia desde que o buraco foi aberto para reparo de canos da tubulação de água de Caruaru.    

De acordo com a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), está sendo realizado o conserto de um vazamento na Rua Marcílio Dias, no Bairro São Francisco, que afetou um distribuidor de fibra da tubulação que abastece o centro de Caruaru, o entorno da Feira da Sulanca e do Morro Bom Jesus. Ainda segundo a Compesa, o serviço será concluído às 22h, desta segunda-feira (12).

Mais Lidas