Que vergonha! Times de Pernambuco fazem feio no Brasileirão. Só Náutico escapa

NOTÍCIA
Leitura:

O fim de semana foi de muita movimentação no futebol do Estado. Os times pernambucanos entraram em campo pelas Séries B, C e D do Campeonato Brasileiro. O balanço não foi nada bom. Em cinco jogos duas derrotas e apenas uma vitória, graças ao Náutico.

O Salgueiro estreou no domingo (18) na Série C. Mesmo jogando em casa contra o Alecrim-RN, o carcará não passou de um empate em 2x2. Pior fizeram os representantes do Estado na Série D. Central e Santa Cruz jogaram em casa, diante da torcida e decepcionaram. Os tricolores caíram por 1x0 para o CSA, já a patativa perdeu para os baianos do Fluminense de Feira de Santana pelo mesmo placar. Os alvinegros comeram um acarajé indigesto na estreia.

Foram mais de 30 dias de preparação visando a competição nacional e os dois começam a luta para subir de divisão com tropeços.  Em uma competição de tiro curto perder em casa pode ser fatal para eliminação de ambas as equipes.

Nesse sábado (17), jogaram os dois pernambucanos em melhor situação no Campeonato Nacional. O Sport vinha de três vitórias seguidas e recebeu a Ponte Preta na Ilha do Retiro, mas não conseguiu sair do 1x1. Resultado que manteve os rubro-negros ainda longe do G-4.

Quem salvou o futebol pernambucano no fim de semana mais uma vez foi o Náutico. Mesmo sem mostrar um futebol vistoso e de qualidade, os alvirrubros estão se superando na raça e conseguindo bons resultados. Não à toa a equipe lidera a Série B.

Em cinco jogos, uma vitória apenas. São cinco equipes espalhadas por três divisões diferentes, mas nenhum na elite. Muito pouco para um estado como o nosso. O Santa Cruz com toda sua história e tradição merecia estar alguns degraus acima. Náutico e Sport deveriam figurar ainda na primeirona. O Central com sua tradição de mais de 90 anos poderia dar aos seus torcedores algo melhor que brigar na quarta divisão com times de pouca expressão no país.

O Náutico tem dado alegria à torcida, só não se sabe até quando. Espero por dias melhores no nosso futebol que há muito está carente de um tempero de qualidade. Se continuar assim não tem santo que dê jeito. Só Jesus mesmo pra salvar.

Mais Lidas