A bronca é grande em Caruaru!

Por Dilson Oliveira
Por Dilson Oliveira
Publicado em 20/07/2010 às 9:12
NOTÍCIA
Leitura:

Quem pensava que a regulamentação do serviço de mototáxi em Caruaru, no Agreste pernambucano, seria o fim dos problemas enganou-se. Agora, é que a bronca é grande, uma vez que os próprios mototaxistas estão em pé de guerra, e a prefeitura no fogo cruzado.

De um lado, os motoqueiros que seguiram todas as recomendações do município, participaram de cursos, adequaram seus veículos, e cumpriram metas para ver o serviço legalizado.

Do outro, os que não acreditavam que essa história fosse sair do papel, e que esse importante passo para a regulamentação fosse dado algum dia, e por isso de nada fizeram.

Agora, os que seguiram os trâmites legais, cobram da Autarquia de Defesa Social, Transporte e Trânsito (Destra), a fiscalização para aqueles que trabalham de forma irregular, para fazer valer seus direitos com o serviço regularizado. Em contrapartida, os que estão ilegais, exigem uma nova chance para seguir os mesmos trâmites e participar do processo.

O problema se arrasta há quase 15 anos, e hoje é difícil até mesmo encontrar, quem seja o culpado...

Ao certo, é que o descrédito no poder público, e isso não é culpa apenas do atual governo, diante de tantas promessas que foram feitas aos motoqueiros, hoje prejudica a regulamentação do serviço.

Como a maioria não acreditava que a regulamentação fosse verdade um dia. Hoje um novo impasse está criado, e a prefeitura sem saber a quem atender, pois se agrada a alguns, desagrada a outros.

A verdade é que novo cadastramento será feito, e o que se espera é que o serviço seja oferecido com qualidade, e acima de tudo com respeito a população.

O problema se arrasta há quase 15 anos, e hoje é difícil até mesmo encontrar, quem seja o culpado por tanta desorganização num serviço que foi criado para beneficiar a população diante de um transporte de passageiros tão deficitário como o nosso.

Que venha o próximo passo, que a categoria possa se organizar, e que a prefeitura estabeleça regras e normas, acabando de vez com tanta polêmica.

Mais Lidas