AMBIENTE

Caruaru segue com ações no combate ao corte de árvore em extinção

Do JC Online
Do JC Online
Publicado em 20/07/2010 às 16:11
NOTÍCIA
Leitura:

Os técnicos da Diretoria de Meio Ambiente de Caruaru, em parceria com a polícia Militar, realizam uma fiscalização continuada com o objetivo de impedir o corte e a exploração de algumas árvores, a exemplo da Baraúnas, que está ameaçada de extinção.

A espécie arbórea tem maior concentração no Loteamento Luiz Gonzaga, onde o Ministério Público de Pernambuco (MPPE) já recomendou aos proprietários dos lotes, que não explorem a planta que está na lista oficial das espécies da flora ameaçadas de extinção.

“De acordo com o artigo 50 da Lei de Crimes Ambientais, quem danificar florestas nativas ou plantadas ou vegetação fixadora de dunas, protetora de mangues, objeto de especial preservação,  pode ficar preso de 3 meses a um ano, além de pagar uma multa com valor determinado pelo juiz”, disse a promotora pública, Rejane Strieder.

Para as pessoas interessadas em saber outras informações sobre essa medida, e principalmente, denunciar quem estiver descumprindo essa recomendação, podem ligar para a Diretoria de Meio Ambiente de Caruaru, através do telefone (81) 3701 1549.

Mais Lidas