EMPREGO

Sobram vagas para costureiro na Agência do Trabalho de Santa Cruz do Capibaribe

Do JC Online
Do JC Online
Publicado em 21/07/2010 às 10:04
NOTÍCIA
Leitura:

Na Agência do Trabalho de Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste de Pernambuco, sobram vagas para a área de costura. A grande quantidade de vagas seria um ponto positivo, mas acaba se tornando um desafio para a coordenadora da agência, Iremaya Santana. “Não temos pessoal capacitado para indicar às vagas e ficamos muitos dias sem conseguir preenchê-las”, comentou.

Na prática, sofre quem precisa desses profissionais. Na fábrica de Geraldo Lúcio, por exemplo, sobram oportunidades. “Não conseguimos encontrar gente que preencha nosso perfil porque trabalhamos com um produto (shorts masculinos) que possui uma produção mais complexa”, disse.

A explicação para os números altos de oportunidades está no processo natural da economia. A cada dia, se multiplicam os estabelecimentos comerciais em Santa Cruz do Capibaribe e eles precisam ser abastecidos com mercadoria.

Fora isso, muitos profissionais da área têm deixado de ser funcionários para se tornar empreendedores. Foi o caso de seu Edgar Antônio. Ele chegou de São Paulo em 1983 e começou a trabalhar como costureiro. “Logo que consegui reunir recursos, abandonei o emprego e abri um fabrico de peças íntimas. Até hoje estou no ramo e também sofro pra conseguir mão de obra”, contou.

Para quem ficou interessado, o salário de um costureiro em Santa Cruz do Capibaribe é de R$ 573. “Dependendo do trabalho e da forma do contrato, tem gente que pode ganhar até dois mil reais por mês”, acrescentou a coordenadora da Agência do Trabalho, Iremaya Santana.

Mais Lidas