SAÚDE

Após confirmação de morte, Gravatá intensifica combate à leptospirose

Do JC Online
Do JC Online
Publicado em 30/07/2010 às 10:28
NOTÍCIA
Leitura:

O município de Gravatá, no Agreste de Pernambuco, está em alerta após a confirmação de um caso de morte por leptospirose na cidade.

A Secretaria Estadual de Saúde confirmou que um adolescente de 14 anos, que morava na cidade, foi a segunda vítima da doença em Pernambuco, este ano. Outros 15 casos suspeitos ainda estão sendo investigados no Estado.

O garoto teria sentido os sintomas da doença no dia 3 de julho. Após passar por três unidades de saúde, morreu oito dias depois, no Hospital Barão de Lucena, no Recife.

Para reforçar medidas de prevenção, principalmente após as enchentes de junho passado que deixaram Gravatá em Situação de Emergência, a Secretaria de Saúde Municipal reuniu, após a confirmação do óbito, representantes das áreas de vigilância ambiental e sanitária, epidemiologia, do Hospital Municipal e dos PSFs.

De acordo com o secretário de saúde de Gravatá, Jorge Neves, as ações epidemiológicas foram intensificadas após as chuvas de junho, principalmente nos bairros do Jucá e Nossa Senhora da Conceição, dois dos mais atingidos.

O secretário afirmou ainda que 65 agentes estão trabalhando na cidade orientando a população e fazendo avaliações constantes nas águas do Rio Ipojuca.

Até agora, dois casos de leptospirose foram confirmados em Gravatá. Em um deles, segundo a Secretaria Municipal de Saúde, o paciente conseguiu se recuperar e passa bem.

Mais Lidas