EMPREGO

Guerra pelas vagas temporárias

Do JC Agreste
Do JC Agreste
Publicado em 20/09/2010 às 11:00
NOTÍCIA
Leitura:

Uma boa oportunidade para quem está desempregado é buscar uma das nove mil vagas de emprego temporário que devem ser abertas neste final de ano nos vários setores da economia de Caruaru. Somente o comércio deve ser responsável pela contratação de cerca de quatro mil novos trabalhadores. Para facilitar o intercâmbio, o Sindicato dos Lojistas vai criar banco de empregos e capacitar interessados. As contratações já começaram e muitos dos trabalhadores acabam sendo efetivados.

A estimativa sobre novas vagas é baseada nos dados do Ministério do Trabalho e Emprego, que registrou 7.057 contratações no mesmo período do ano passado, em todos os setores. Após o comércio, os segmentos que mais devem contratar são indústria e serviços.

Um dos que já conseguiram um novo emprego foi o vendedor José Willames Costa, 29, que começou a trabalhar em uma loja de sapatos no último dia 1º. Ele conta que ficou sabendo da vaga através de um amigo e deixou o currículo. Para ele, a experiência acumulada foi fator decisivo para o emprego. “Estou gostando, com o aumento do movimento no final do ano espero ganhar boas comissões”, destaca.

A consulta a amigos e parentes que trabalham em lojas ou empresas é um bom começo para quem busca novas vagas. Os interessados também podem ir diretamente às lojas, principalmente nas grandes redes. Na unidade das Lojas Americanas do Centro de Caruaru, por exemplo, devem ser contratados pelo menos 12 funcionários. De acordo com o gerente, os interessados devem deixar os currículos em qualquer unidade da rede, mas as contratações só devem acontecer em dezembro.

Outra dica importante é procurar Agência de Emprego e fazer o cadastro para o banco de candidatos. Para isso, é necessário levar carteira de trabalho, identidade e CPF. “A partir deste mês aumentam o número de vagas oferecidas e também a quantidade de candidatos”, diz Ednete Alves de Amorim, supervisora da Agência do Trabalho localizada no Fábrica da Moda, em Caruaru, onde funciona o Expresso Cidadão. O comércio de Caruaru é responsável hoje por mais de 16 mil postos de trabalho em empresas varejistas e atacadistas.

Mais Lidas