CENSO

IBGE apresenta primeiros números do Censo 2010 de Gravatá

Do JC Online
Do JC Online
Publicado em 23/09/2010 às 15:28
NOTÍCIA
Leitura:

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística apresentou nesta quarta-feira (22) uma parcial da coleta do Censo Demográfico de Gravatá, Agreste de Pernambuco.

De acordo com os dados, até o momento mais de 60% dos setores mapeados pelo instituto receberam a visita do recenseador. A reunião também apresentou o trabalho de pré-coleta dos agentes que visitaram as residências da cidade, registrando endereços e dividindo o município por setores para facilitar o Censo neste período.

O trabalho teve início bem antes das visitas dos recenseadores às residências para colher os dados da pesquisa. A pré-coleta registrou os endereços e mapeou o município reformulando o mapa geográfico da cidade. Para o coordenador da subárea, Pedro Ferreira, uma surpresa em relação ao crescimento de Gravatá. “Não se tinha a ideia do tamanho do crescimento da cidade. É de uma velocidade impressionante”, disse.

Até o momento o IBGE já visitou 26 mil domicílios de Gravatá. Isso corresponde a uma população de 54 mil habitantes. As residências estão classificadas como ocupadas, vagas (residências a espera de um inquilino), uso ocasional (casas de passeio) e fechadas. Dessas, quase 10 mil são vagas e ocasionais, o que representa cerca de 900 residências que não há moradores e não são de aluguel.

“Isso preocupa porque a gente quer saber quem é o dono ou mora lá. Mesmo assim nós iremos voltar e não deixa de lado. A contagem não deixará ninguém de fora”, completou Pedro.

A previsão de término do Censo é para o final de outubro. O IBGE espera contar mais de 75 mil habitantes em Gravatá, mas esse número pode ser maior devido ao intenso crescimento da cidade.

O resultado será enviado junto aos demais números das outras cidades e só após avaliação e catalogação nacional serão divulgados. Mesmo após o final da contagem o instituto vai permanecer por um determinado período para buscar aquelas residências onde não foi possível coletar informações.

Mais Lidas