ESTRADAS

Veículos pesados devem evitar ponte em Palmares

Do Jornal do Commercio
Do Jornal do Commercio
Publicado em 27/09/2010 às 15:01
NOTÍCIA
Leitura:

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) está apelando aos motoristas de caminhões pesados que não insistam em trafegar pela ponte liberada provisoriamente na cidade de Palmares, na Mata Sul do Estado. A passagem está autorizada apenas para veículos de até sete toneladas, mas muitos caminhões com peso acima desse limite têm tentado circular pelo local, gerando problemas. Na última terça-feira, por exemplo, um grupo de condutores interditou a ponte e a Polícia Militar teve que intervir.

Na última sexta (24), um bloqueio realizado por PMs e pela guarda municipal de Palmares foi instalado no acesso para evitar novas interdições. “Infelizmente, não adianta insistir. A ponte liberada provisoriamente não suporta o peso dos veículos maiores. Se eles ficarem passando, ela não aguentará e a população ficará isolada. Todos vão sair perdendo, inclusive os motoristas”, argumentou a policial rodoviária federal Mariana Silveira, da assessoria de imprensa da instituição.

A restrição foi imposta pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) em consequência dos estragos nas duas pontes principais de Palmares, destruídas pelas enchentes de junho. O limite de tráfego é feito para os veículos pesados que fazem o percurso Recife-Maceió ou vice-versa pela BR-101 Sul. O Dnit espalhou placas por vários trechos da rodovia e divulgou rotas alternativas.

“O problema é que o desvio representa um acréscimo de 40 a 50 quilômetros na rota que eles costumavam fazer pela BR-101. Sabemos que é cansativo e aumenta os custos, mas é necessário. Precisamos da compreensão das pessoas até que a ponte oficial fique pronta”, argumentou Mariana Silveira. Além das placas, uma equipe da PRF está de plantão no Cabo de Santo Agostinho para abordar os caminhões e orientá-los a desviar a rota. Quem desrespeitar a recomendação pode ser multado por desobediência, infração no valor de R$ 127, além de cinco pontos na habilitação.

A dica do Dnit e da PRF é que os condutores utilizem a BR-232 até Caruaru e, de lá, peguem a BR-104 com destino a Alagoas. Outra opção é utilizar a rodovia estadual PE 60.

Mais Lidas