Futebol Pernambuco igual ao Tiririca: pior que tá será que fica?

NOTÍCIA
Leitura:

O Sport vinha embalado, há doze jogos não perdia. Enfrentou o Bahia em casa e, POW, perdeu por 2x1. O Náutico vinha de uma vitória sofrida em casa e via no jogo contra o América de Natal a oportunidade de encerrar a sequência de maus resultados fora de casa. Perdeu pelo mesmo placar do rival pernambucano. E o Santa Cruz nem é preciso relembrar. Continua na Série D amargando o ostracismo nacional.

Com tanta coisa ruim será que pode ficar ainda pior? Pode sim. Se não se cuidarem Sport e Náutico podem passar mais um ano longe da elite ou, pior ainda. O timbu está a sete pontos da zona de rebaixamento. São pouco mais de 5,5% de risco de cair para a Série C, mas ainda é um risco que pode aumentar consideravelmente com outros tropeços nas próximas rodadas. Sem time de qualidade e sem dinheiro para se reforçar fica difícil almejar algo mais que a permanência na Segundona.

O Sport, por sua vez, não pode deixar a última derrota abalar o elenco que vinha numa crescente. É preciso retomar o rumo para continuar brigando pelo acesso. As chances de promoção à Série A são de 13%, bem maiores que as do alvirrubros que têm irrisórios 0,6% de chances de subir.

Dizem que a esperança é a última que morre, mas no caso de ver dias melhores no futebol pernambucano ela está na UTI em fase terminal.

Mais Lidas