VIOLÊNCIA

Parentes acusados de chacina

Do Jornal do Commercio
Do Jornal do Commercio
Publicado em 16/10/2010 às 16:51
NOTÍCIA
Leitura:

Cinco meses depois da maior chacina do ano em Pernambuco, que vitimou seis pessoas, das quais cinco da mesma família, a Polícia Civil concluiu o inquérito do crime que chocou os moradores de Floresta, no Sertão.

O resultado da investigação aponta quatro pessoas como responsáveis pelos assassinatos. Entre elas, estão dois familiares de uma das vítimas. São eles Wilson Avelino Camelo e José Hermes da Silva, que já estão presos.

O primeiro deles é sobrinho e o outro é primo de Antônio da Silva Avelino, conhecido como Iraíldo, que seria o alvo principal dos bandidos.

No crime, também morreram a esposa, a filha, dois cunhados e um empregado de Iraíldo.

Os outros dois acusados de participar da chacina, Agnaldo Afonso de Souza e Benedito Lourenço da Silva, permanecem foragidos.

Segundo a polícia, Iraíldo e os dois acusados que estão presos traficavam drogas na região e o crime teria sido motivado por uma dívida do tráfico.

Mais Lidas