CINEMA

Projeto leva cinema para o Sertão de PE

Do JC Vale do São Francisco
Do JC Vale do São Francisco
Publicado em 18/10/2010 às 13:00
NOTÍCIA
Leitura:

Quem também está tendo oportunidade de ter acesso a produções de cinema que estão fora do circuito comercial é a população do Sertão Central e do Sertão do Araripe, em Pernambuco. O projeto que está levando a sétima arte à população sertaneja se chama Cinema Volante Luar do Sertão.

Organizado pelo cineasta pernambucano Camilo Cavalcante, o projeto começou na última segunda feira (11) e vai até esta terça (19). “Estamos levando equipamentos de som e tela para as cidades e exibindo gratuitamente filmes de curta metragem. São produções brasileiras. A maioria dos vídeos foi feita por pernambucanos, mas também têm filmes do Ceará, Paraíba e Rio de Janeiro. No fim do projeto pretendemos ter atingido quatro mil pessoas”, contou Camilo Cavalcante.

Os curtas já foram exibidos nas seguintes cidades: Serrita, Bodocó, Ouricuri, Exu, Cedro e Moreilândia. Nesse domingo a exibição acontece em Araripina, no Centro Tecnológico do Araripe. Na segunda-feira será em Trindade, na Praça da Avenida. Nesta terça-feira, último dia do projeto, a exibição dos filmes será na Concha Acústica da cidade de Parnamirim, sempre às 19h.

De acordo com Camilo Cavalcante, a idéia de levar o cinema alternativo para o sertanejo começou no ano passado durante a gravação do filme Ave Maria ou Mãe dos Sertanejos. “Em janeiro de 2009, quando eu ministrei uma oficina de cinema em Serrita, finalizamos o curso construindo esse filme de forma coletiva. Foi aí que eu percebi a carência do povo do Sertão por obras audiovisuais que saiam do padrão televisivo”, disse.

Agora a ambição do cineasta é trazer o projeto para a região do Vale. “Nessa primeira edição pudemos alcançar apenas o Sertão Central e do Araripe, mas no ano que vem, se der tudo certo, quero levar o projeto para o Vale do São Francisco”, finalizou.

A iniciativa tem o apoio do Banco do Nordeste, através do Programa BNB Cultura 2010 e do Governo do Estado de Pernambuco, através do Funcultura.

Mais Lidas