INFRAESTRUTURA

Igrejas serão reformadas para preservar história de Pernambuco

Do JC Online do JC Online
Do JC Online
do JC Online
Publicado em 28/10/2010 às 16:30
Leitura:

Dois importantes templos católicos do período colonial, localizados na Zona da Mata e no Recife, passarão por reformas nos próximos meses, possibilitando a revitalização de suas estruturas e a implantação de medidas que tornem os prédios acessíveis a pessoas com deficiência de locomoção.

As obras, que serão realizadas nas igrejas de São Lourenço de Tejucupapo, em Goiana, na Mata Norte, e em Santo Amaro das Salinas, no bairro de Santo Amaro, área central do Recife, estão orçadas em R$ 370 mil, tendo prazo de execução de seis meses.

Os trabalhos devem ter início em novembro. A ação integra a política pública de cultura levada pela Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe), desde 2007, que prioriza o fomento, a difusão, fruição e preservação dos patrimônios materiais e imateriais pernambucanos.

Nas duas igrejas, a Fundação já havia executado reformas com o objetivo de preservar o patrimônio construído. No entanto, novas intervenções vieram a ser necessárias, visando atender as necessidades das comunidades do entorno das edificações.


Mais Lidas