RESOLUÇÃO

Procon Caruaru aciona Ministério Público para discutir problemas com a Compesa

Do JC Online
Do JC Online
Publicado em 29/10/2010 às 6:32
NOTÍCIA
Leitura:

O Procon Caruaru acionou o Ministério Público de Perambuco para discutir problemas referentes à Companhia Pernambucana de Saneamento e Abastecimento (Compesa), já que 25% das reclamações que chegam ao órgão são referentes à Companhia de abastecimento e a demora na resolução das queixas é enorme.

“O consumidor chega aqui com uma fatura indevida, a gente tenta uma conciliação com a Compesa, mas nunca consegue. O cliente espera até um mês para ter um retorno”, explicou Adenildo Batista coordenador do Procon Caruaru.

A reunião ficou marcada para o dia 23 de novembro na sede do Ministério Público. O promotor responsável pelo caso espera que haja um acordo entre as partes. Durante o encontro deve ser elaborado um plano para a redução desses problemas. De acordo com Adenildo Batista, se a Companhia não tomar providências, a justiça pode entrar com uma medida judicial contra a Compesa.

A empresa admite deficiência em alguns serviços, o motivo seria o fim do contrato com terceirizadas e garante tentar atender as futuras recomendações do Ministério Público.

“A gente tem uma demanda muito grande e o saldo contratual está baixo, no meio de Novembro essa situação vai melhorar e a gente vai cumprir o que ficar estabelecido na reunião”, esclareceu Danilton Sampaio, coordenador comercial da Compesa.

Mais Lidas