JULGAMENTO

Acusados de assassinar dentista são condenados

Do JC Online do JC Online
Do JC Online
do JC Online
Publicado em 18/11/2010 às 10:11
Leitura:

Chegou ao fim o drama da família do dentista Wirton Galindo de Lira, de 38 anos, assassinado em Caruaru, no Agreste de Pernambuco, em novembro de 2007. Nesta quarta-feira (17), os dois acusados de participação no crime foram a julgamento no fórum da cidade.

Evênia Gorete de Moura, acusada de ser a mandante do assassinato, foi condenada a 18 anos de prisão em
regime fechado. Já João Mendes da Silva, o outro acusado de participação no crime, recebeu uma pena de 17 anos de reclusão.

O dentista Wirton Galindo de Lira foi morto quando saía do estacionamento que possuía no Parque 18 de Maio. Ele foi assassinado com nove tiros.

O crime teria sido motivado por constantes discussões entre Wirton e João Mendes, que alugava o estacionamento para realizar uma feira de carros. A falta de pagamento pelo local teria culminado na morte do dentista.


Mais Lidas