REVITALIZAÇÃO

Projeto prevê revitalização de orla de Petrolina

Do JC Online do JC Online
Do JC Online
do JC Online
Publicado em 29/11/2010 às 14:00
Leitura:

Considerada um dos principais equipamentos públicos de Petrolina, no Sertão de Pernambuco, a orla do município pode ganhar uma nova roupagem a partir do próximo ano, através do projeto Parque Fluvial. A ideia da prefeitura é remodelar algumas das áreas existentes e implantar mecanismos como espaços de lazer e práticas esportivas, quadras de areia, quiosques e até mesmo uma escola do Meio Ambiente. O projeto vem sendo trabalhado desde abril de 2009 e a perspectiva agora é de que haja aprovação por parte de órgãos federais e, consequentemente, seja liberada a verba para execução das obras.

“É um projeto grande e está dividido por etapas. Tem uma área que será priorizada com o verde, com o plantio de vegetação nativa, recomposição da mata ciliar. Vai ser um espaço onde vamos priorizar, sobretudo, a conscientização sobre a importância de preservar o meio ambiente e, principalmente, este que é nosso grande patrimônio, o Rio São Francisco”, explicou o secretário de Planejamento de Petrolina, Geraldo da Silva Júnior.

Na parte da Orla que tem um maior índice de ocupação, contemplando inclusive a presença de restaurantes e barracas, pretendemos ampliar o espaço de lazer. O conceito do projeto já está todo pronto e vamos partir para a apresentação e obtenção dos recursos que nos permitam dar esse passo na implantação do projeto. Há a perspectiva de que ainda no primeiro semestre de 2011, o projeto do Parque Fluvial comece a sair do papel.

Uma das preocupações diz respeito à travessia das barcas, que fazem a ligação entre Petrolina e Juazeiro (BA). Milhares de pessoas utilizam este serviço diariamente, mas não raro, os usuários reclamam do acesso.

“O que a gente quer fazer é dotar o local de melhor estrutura, com quiosques, com uma melhor acessibilidade a todas as pessoas, dar mais conforto e comodidade ao usuário. Lembramos também que esse é um serviço muito utilizado por turistas que visitam a nossa região e que se encantam com a travessia entre as duas cidades”, explicou Geraldo Júnior.

Com relação à algumas barracas que estão situadas nas imediações da Porta do Rio, o secretário de Planejamento de Petrolina afirma que as necessidades das partes envolvidas devem ser adaptadas, sempre tendo como foco a preservação do meio ambiente.

“Tanto elas podem ser removidas como adaptadas às circunstâncias. Para que as pessoas permaneçam ali com as barracas tem que haver todo um procedimento, justamente para organizar e o mais importante: não haver despejo de resíduos dentro do rio. Estamos analisando toda a situação para que nenhuma parte saia prejudicada”, frisou Geraldo Júnior.


Mais Lidas