Corinthians fecha ano de centenário sem nenhum título

Por Eliaquim Oliveira
Por Eliaquim Oliveira
Publicado em 06/12/2010 às 13:02
Leitura:

A Libertadores era o sonho. O Paulista seria a primeira festa do ano. E o Brasileiro deveria ser o grande título conquistado para comemorar os 100 anos de existência. Mas a temporada 2010 termina de forma decepcionante para o Corinthians.

O time paulista brigou até a última rodada pelo troféu do Brasileirão, beliscou uma das vagas para a Libertadores em 2011, mas deixou a torcida frustrada ao não levantar nenhuma taça no ano de seu centenário.

Mas o Timão não foi o primeiro clube brasileiro a ter um centenário frustrante. São raros os exemplos de clubes comemoram grandes títulos ao completar 100 anos.

Quem lembra do Flamengo em 1995 com o “melhor ataque do mundo”, formado por Sávio, Romário e Edmundo? Nem o Carioca o rubro-negro conseguiu, graças àquele gol de barriga de Renato Gaúcho na decisão que deu o título estadual ao Fluminense. Até o Tricolor das Laranjeiras, campeão brasileiro no último domingo (05) teve um centenário sem taças. Foi em 2003.

No ano passado o Coritiba foi rebaixado para a Série B e não teve o que comemorar nos cem anos de existência. O Sport é o atual pentacampeão estadual, mas o último ano sem título foi justamente o ano do centenário: 2005.

Existem exceções, claro. O Náutico, por exemplo, ganhou o pernambucano em 2001 após mais de dez anos de jejum. Mas a torcida mais feliz no centenário é com certeza a do Vasco. Em 2008 o clube ganhou o Carioca e a Libertadores batendo na trave no mundial.

Como se vê não é nada fácil coroar uma temporada centenária com vitórias. Dinheiro, jogadores, planejamento e apoio da torcida nem sempre são suficientes.


Mais Lidas