PREMIAÇÃO

Escola sertaneja conquista prêmio nacional

Luiz Carlos Fernandes
Luiz Carlos Fernandes
Publicado em 21/12/2010 às 9:00
Leitura:

A Escola de Referência Monsenhor Antonio de Pádua Santos (EREMAPS), de Afogados da Ingazeira, no Sertão de Pernambuco, recebe nesta terça-feira (21), o 6º Prêmio Construindo a Igualdade de Gênero, promovido pelo CNPQ, Secretaria de Políticas para as Mulheres, MEC e Fundo de Desenvolvimento das Nações Unidas para a Mulher. A solenidade acontecerá na esplanada dos Ministérios, em Brasília.

De acordo com Maria José dos Santos, professora e coordenadora do trabalho, o projeto “A Vivência das Mulheres Negras do Sertão do Pajeú” discutiu a realidade de mulheres quilombolas do Jiquiri e Leitão da Carapuça, na zona Rural do município. “Pesquisamos a realidade, religião, escolaridade, violência de gênero, condição agrária e qualidade de vida dessas comunidades, em parceria com o Grupo Mulher Maravilha e as leis que tratam do racismo e Maria da Penha”, afirmou.

A coordenadora da pesquisa ganhou um noteebook e uma impressora e a Escola EREMAPS será premiada com R$ 10 mil reais. O projeto contou com a participação de alunos da escola e foi o único da Região Nordeste premiado na categoria Escola Promotora da Igualdade de Gênero.

Antes de receber essa premiação nacional, a mesmo trabalho científico foi um dos vencedores do Prêmio Naíde Teodósio Estudos de Gênero, coordenado pela secretaria Especial da Mulher de Pernambuco. A cerimônia de entrega aconteceu no 29 de setembro, desse ano, no Teatro de Santa Isabel, em Recife.


Mais Lidas