NATAL

992 detentos de Pernambuco passam Natal com a família

Leitura:

Nessa quinta-feira (23), 992 detentos do sistema penitenciário pernambucano tiveram permissão para passar o Natal com a família. Eles deixaram dez unidades que mantêm internos do regime semi-aberto, em todo o Estado, e precisam retornar até as 18h do próximo domingo.

Quem não se apresentar no prazo será considerado fugitivo. No réveillon, outros 1.112 presos serão beneficiados. As saídas são autorizadas pela Vara de Execuções Penais. No total, 2.104 detentos vão receber o indulto de fim-de-ano em Pernambuco. Em 2009, foram apenas 705 beneficiados.

Segundo o secretário-executivo de Ressocialização, Humberto Viana, o aumento no número de indultos acompanha o crescimento da população carcerária. Atualmente, 23 mil homens e mulheres cumprem pena no Estado.

“Estabelecemos critérios rigorosos para conceder o benefício. Nosso serviço de inteligência também estará preparado para acompanhar os casos daqueles que porventura não se apresentarem de volta no prazo determinado”, garantiu o secretário.

Em 2009, dos 705 presos que tiveram permissão para passar as festas em casa, 27 não retornaram à cadeia. Número inferior a 2008, quando 30 não voltaram para a unidade de origem.

A segurança nos presídios vai ser reforçada a partir de hoje até o dia 26. Duzentos agentes penitenciários estarão de plantão durante a Operação Natal.

“A realização de uma operação como esta é imprescindível, porque visa fortalecer a segurança dentro e fora das penitenciárias do Estado. Este é o nosso compromisso”, concluiu Humberto Viana.

O sistema prisional pernambucano tem 18 presídios e penitenciárias e 67 cadeias públicas. A previsão é que a superlotação do sistema seja minimizada no segundo semestre de 2011 com a inauguração do Complexo de Itaquitinga, na Mata Norte, com 3,6 mil vagas.


Mais Lidas