SAÚDE

Hospital de Petrolina registra queda no número de exames de mamografia

Do JC Online do JC Online
Do JC Online
do JC Online
Publicado em 31/12/2010 às 17:00
Leitura:

Uma das principais ferramentas de combate ao câncer de mama, a mamografia se constitui em um dos mais importantes exames preventivos voltados para a saúde da mulher.

No entanto, mesmo com as campanhas e atividades de conscientização sobre a importância da realização do exame, sobretudo a partir dos 35 anos, o hospital Dom Malan/Gestão IMIP tem registrado pouca procura pelo serviço, que passou a ser disponibilizado em agosto deste ano. A unidade de saúde tem capacidade de atendimento de 300 pessoas/mês, mas em novembro, por exemplo, foram realizados apenas 129 exames.

\"Esse é um exame de rastreamento e diagnóstico para o câncer de mama, o que mais mata as mulheres. Fazer a mamografia vale à pena porque leva só um tempinho, cerca de 20 minutos, e evita muitos danos. Você previne uma doença que pode levar a mulher a perder uma parte da mama ou a mama toda, o que é uma coisa muito mais sofrida\", frisa a ginecologista e coordenadora de imagem do HDM/IMIP, Carolina Prado.

Por dia são disponibilizadas 15 vagas, de segunda a sexta. Mulheres interessadas em fazer a mamografia só precisam da requisição médica e, em seguida, comparecer ao ambulatório do Hospital Dom Malan. \"Como a gente está tendo muita disponibilidade de vagas, só basta mesmo o pedido médico para que o exame seja marcado\", explica a médica.


Mais Lidas