PROJETO

Garanhuns incentiva cultivo de orquídeas

Leitura:

Garanhuns, já conhecida como a cidade das flores, agora quer entrar na rota de produção de orquídeas. O projeto, desenvolvido há três anos no Sítio Muchila, produz oito espécies da flor e gera emprego e renda para moradores do distrito de Miracica, a 24 km da cidade.

Só no último trimestre de 2010 foram comercializadas mais de mil mudas a preços que variam de R$ 5 a R$ 100. Em 2009, o projeto ganhou o apoio da Prefeitura de Garanhuns quando foi introduzido no Programa Empreender Comunidade.

Atualmente, existem cerca de 500 plantas prontas para comercialização no orquidário, já que uma muda passa até dois anos e meio para florar. O projeto é desenvolvido através de uma cooperação entre os moradores da região e também recebe o apoio da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE).

Três vezes por mês, professores visitam o local e prestam suporte técnico à comunidade. São repassadas informações sobre combate a insetos, aplicação de adubo específico, exposição solar, quantidade de água que as plantas precisam, além das necessidades naturais.

\"O projeto tem uma grande importância para a comunidade, pois contribui para o desenvolvimento, possibilitando a geração de emprego e renda às famílias do sítio. Como são exóticas e sensíveis, as flores conquistaram um grande mercado no País e tornaram-se altamente lucrativas\", disse o responsável pelo orquidário, Paulo Fernando de Lima.

As orquídeas são plantas parasitas exóticas que se desenvolvem sobre outras plantas. Além de elemento decorativo, elas podem ser usadas para produção de cosméticos como óleos, hidratantes, xampus, condicionadores, perfumes, e de alimentos como sorvetes, cremes e pudins. A durabilidade das flores é de três meses.


Mais Lidas