SERVIÇO

Produtores de cana insatisfeitos com regras do Programa de Subvenção Federal

Do JC Online
Do JC Online
Publicado em 19/01/2011 às 16:41
NOTÍCIA
Leitura:

Pequenos produtores de cana de açúcar da Mata Sul do Estado, que abastecem destilarias, estão insatisfeitos com as regras que definem quem pode ser beneficiado pelo Programa de Subvenção Federal. Através dele, o fornecedor de indústrias de açúcar e etanol recebe R$ 5 por cada tonelada de cana comercializada entre 1°de agosto de 2009 e 31 de julho de 2010.

Os fornecedores de destilarias estão fora do grupo de beneficiados e reivindicam a inclusão da categoria alegando, entre outros motivos, que os custos de produção são idênticos ao dos fornecedores de açúcar e álcool.

O assunto será discutido em uma reunião nesta quinta-feira (20), às 15h, no Ministério da Fazenda, em Brasília, com a participação da Associação dos Fornecedores de Cana de Pernambuco (AFCP), Sindicato dos Cultivados (Sindicape) e da Associação dos Produtores de Aguardente dos Estado (Apar).

De acordo com a AFCP, os fornecedores comercializaram cerca de 114 mil toneladas a destilarias de Escada e Amaragi. A perda deles sem a subvenção seria de aproximadamente R$ 572 mil.

Mais Lidas