BETÂNIA

Após ser assaltado, padre denuncia insegurança no Sertão

Luiz Carlos Fernandes
Luiz Carlos Fernandes
Publicado em 24/01/2011 às 10:02
NOTÍCIA
Leitura:

Um clima de insegurança se instalou recentemente no município de Betânia, no Sertão de Pernambuco, com os frequentes assaltos próximos ao município.

O padre Orlando foi uma das vítimas de um assalto que aconteceu neste mês de janeiro, no Distrito de São Caetano, a dois quilômetros da sede. Mesmo após se identificar, dois bandidos fortemente armados, tomaram-lhe a força cerca de R$ 500, um computador nootbook, e os celulares do religioso e do seminarista que o acompanhava.

De acordo com o padre, ao procurar a delegacia de polícia, não foi ouvido. “Alguém lá me falou que era praticamente impossível a polícia ir atrás, porque a lei aqui não funciona, eu percebi que não queriam mesmo registrar a minha queixa”, denunciou.

Os assaltantes aproveitam essa flexibilidade da polícia para agir livremente. Também neste mês, vários veículos com feirantes do município foram alvos de bandidos. Os passageiros tiveram um prejuízo de cerca de R$ 50 mil.

“Percebo que existe uma certa conivência da justiça com o poder executivo local. Os promotores parece que não despacham, a gente queria até uma audiência pública para que as pessoas pudessem falar, embora muita gente tem medo, mas eu falaria em nome da população”, garantiu padre Orlando.

O delegado Guido Lins foi procurado para esclarecer as denúncias, ele afirmou que apesar de contar com pouco efetivo está disposto a investigar esses assaltos e chegar às autorias. “Sugiro que a população venha à delegacia e registre o Boletim de Ocorrência para facilitar o nosso trabalho”, disse.

Mais Lidas